Antiga estrela da Rússia notificada para combater na Ucrânia

28 set, 15:32
Diniyar Bilyaletdinov

Diniyar Bilyaletdinov foi chamado para se juntar ao exército da Rússia, confirmou o seu pai

O antigo futebolista, Diniyar Bilyaletdinov, foi notificado para se juntar ao exército russo e combater na Ucrânia, no seguimento do anúncio de mobilização militar parcial feito pelo presidente Vladimir Putin. A revelação foi feita pelo pai do ex-internacional pela Rússia.

«O Diniyar recebeu, de facto, uma notificação. É difícil falar sobre emoções porque ele não serviu no exército apesar de ter cumprido serviço militar. Foi algo específico relacionado com o desporto. Foi há cerca de 19 anos», começou por dizer Rinat Bilyaletdinov, citado pelo jornal russo «Sports».

«Sim, ele fez o juramento, mas serviu sempre numa linha desportiva. A lei diz para chamarem pessoas até aos 35 anos e ele tem 37. Há aqui uma certa inconsistência. Ele vai tentar perceber se a notificação está correta ou se foi enviada antecipadamente. Se houvesse uma mobilização geral, não havia qualquer questão. Mas neste caso, o presidente decidiu-se por uma mobilização parcial e tudo deve ser feito conforme a lei», acrescentou ainda. 

Bilyaletdinov deu nas vistas no Lokomotiv Moscovo e transferiu-se para o Everton em 2009. Regressou à Rússia durante a época 2011/12 e jogou em clubes como Rubin Kazan, Spartak Moscovo, Anzhi, Torpedo e no Trakai, da Lituânia. 

Relacionados

Patrocinados