OFICIAL: Luis Enrique é o novo treinador do PSG

5 jul 2023, 15:35
Luis Enrique no Espanha-Alemanha

Sucede a Christophe Galtier

Luis Enrique foi oficializado, esta quarta-feira, como o novo treinador do Paris Saint-Germain, em conferência de imprensa.

O técnico espanhol de 53 anos, antigo selecionador de Espanha, sucede a Christophe Galtier, cuja saída foi confirmada esta manhã.

A conferência de imprensa de apresentação do novo treinador do Paris Saint-Germain, Luis Enrique, foi retardada por três vezes e teve início já perto das 17 horas locais (16h em Portugal Continental).

Inicialmente estava programada para as 13h45 locais, posteriormente passou para as 14.30, mais tarde para as 16 horas e finalmente para as 17. No fim, acabou por começar um pouco antes das 17 horas.

Em causa esteve o atraso no voo do presidente, Nasser Al-Khelaifi.

Trata-se do quarto projeto de Luis Enrique como treinador em clubes, depois do Barcelona, da Roma e do Celta de Vigo.

«A minha ideia de futebol é atacar, para agradar os adeptos», referiu Luis Enrique, na intervenção inicial, admitindo que a equipa técnica ainda não está fechada. «Estamos a tentar contratar uma quarta pessoa para completar a equipa técnica. A assinatura deve ser formalizada a 10 de julho», disse Luis Enrique, que abordou ainda a gestão de um plantel com nomes fortes, lembrando o seu passado.

«Fui jogador no Barcelona e no Real Madrid, treinei um grande balneário no Barcelona, com muitas estrelas. Acredito que o principal é oferecer-lhes um palco onde eles serão os melhores para procurar títulos», perspetivou, dizendo também que já falou com alguns jogadores, entre eles Nuno Mendes, mas não Neymar.

«Não falei com Neymar. Só com Kimpembe, Mukiélé e Nuno Mendes, presentes aqui no centro. Tenho de resolver esses pontos internamente, de forma privada. Vou tomar decisões, mas quero ouvi-los, ver como se comportam. O PSG tem um plantel de altíssimo nível. É uma nova era. Queremos que os adeptos gostem de ver a equipa jogar todas as semanas», frisou.

Além disto, o president Nasser Al-Khelaifi falou também da situação de Kylian Mbappé.

Relacionados

Patrocinados