VÍDEOS: Leeds reduzido a dez choca Manchester City sem Rúben Dias

10 abr 2021, 14:50

Guardiola deu descanso a alguns dos principais jogadores e citizens pagaram caro por isso. Dallas foi a grande figura do jogo, ao marcar os dois golos da equipa de Bielsa, o segundo já em tempo de compensação

O Manchester City foi surpreendido em casa pelo Leeds e sofreu uma improvável derrota por 2-1 depois de ter estado a jogar em superioridade numérica desde o final da primeira parte.

Sem Rúben Dias, que foi poupado à semelhança de vários outros titulares do jogo com o Borussia Dortmund a meio da semana, João Cancelo e Bernardo Silva alinharam de início nos Citizens, que ficaram em desvantagem aos 42 minutos.

Hélder Costa recebeu nas costas de Cancelo, que recuperou a posição, mas depois perdeu no frente a frente com o ex-companheiro na formação do Benfica, fundamental no sucesso de uma jogada concluída com sucesso por Stuart Dallas.

Logo a seguir, o conjunto de Marcelo Bielsa ficou reduzido a dez jogador. Liam Cooper teve uma entrada dura sobre Gabriel Jesus. Depois de admoestar o homem do Leeds com o cartão amarelo, o árbitro alertado pelo VAR, reviu as imagens e considerou que a entrada dura foi, afinal, duríssima.

Em inferioridade numérica, o Leeds baixou as linhas e defendeu-se como pôde durante toda a segunda parte. 

Guardiola mexeu e lançou em jogo os habituais titular Gundogan e Foden e foi com eles em campo que Ferran Torres quebrou a resistência aos 76 minutos a passe de Bernardo Silva.

Apesar de empurrado para a zona defensiva, o Leeds deixou sempre um homem na frente para explorar o contra-ataque. O ex-sportinguista Raphinha teve uma soberana ocasião perante Ederson, mas o aviso estava dado. Já para lá do tempo de compensação, Dallas bisou e juntou o Leeds a um clube restrito de equipas que bateram o líder Manchester City nesta edição da Liga inglesa.

Patrocinados