Mãe do adepto autista do Everton satisfeita com a punição a Cristiano Ronaldo

23 nov 2022, 17:27
Cristiano Ronaldo a sangrar da perna

Sarah Kelly pediu que o valor da multa seja atribuído a uma instituição de caridade

Sarah Kelly, a mãe do jovem autista, adepto do Everton, que viu o telemóvel danificado por Cristiano Ronaldo, em abril passado, manifestou-se satisfeita com a punição agora aplicada ao internacional português, embora tenha lamentado a morosidade do processo.

O incidente remonta ao final da última temporada, quando o Manchester United visitou Goodison Park para defrontar o Everton. À saída para os balneários, Cristiano Ronaldo deu uma palmada no telemóvel do jovem Jacob, num incidente que foi filmado [veja o vídeo] e acabou por ter consequências disciplinares para o jogador português que foi agora punidos com dois jogos de suspensão e uma multa de 50 mil libras.

«Congratulo-me por ele ter sido multado. A decisão demorou a chegar, mas a federação ligou-me para informar em primeira mão que ele tinha sido suspenso e multado. Seria simpático agora darem as 50 mil libras a uma instituição de caridade, talvez uma de apoio a crianças autistas», destacou a mão de Jacob em declarações ao jornal Mirror.

Sarah Kelly, de 37 anos, considera, no entanto, que o Manchester United também devia ter punido Cristiano Ronaldo pelo seu comportamento. «Deviam ter tomado uma posição contra ele há muito tempo. Isto aconteceu em abril. Tenho sido alvos de ataques online por ter levado isto para a frente. Não recebi qualquer pedido de desculpa da parte do Manchester United. Nem tentaram contatar-me», destacou ainda Sarah Kelly.

O Manchester United não pediu desculpas, mas Cristiano Ronaldo já tinha pedido desculpa e chegou mesmo a convidar o jovem de catorze anos a assistir a um jogo em Old Traffford, mas a família recusou.

Relacionados

Mais Lidas

Patrocinados