Álcool adulterado mata 21 pessoas na Índia

Agência Lusa , AM
26 jul, 08:09
Bar (Pexels)

Polícia já deteve vários suspeitos de contrabando, envolvidos na venda do álcool adulterado

Pelo menos 21 pessoas morreram e 30 adoeceram após ingerir bebidas alcoólicas adulteradas no oeste da Índia, disseram esta terça-feira as autoridades do país.

O funcionário do Governo Mukesh Parmar disse que as mortes ocorreram nos em Ahmedabad e Botad, no estado indiano de Gujarat, onde o fabrico, venda e consumo de bebidas alcoólicas estão proibidos.

Ainda não é conhecido o produto utilizado para adulterar a bebida.

A agência de notícias indiana Press Trust relatou que a polícia já deteve vários suspeitos de contrabando, envolvidos na venda do álcool adulterado.

Casos de mortes por ingestão de álcool produzido ilegalmente são comuns na Índia. O álcool ilegal é barato e muitas vezes adulterado com produtos químicos como pesticidas.

O álcool ilegal tornou-se uma indústria lucrativa em toda a Índia, onde os contrabandistas não pagam impostos e vendem grandes quantidades do produto à população mais desfavorecida a preços baixos.

Em 2020, pelo menos 120 pessoas morreram depois de terem bebido bebidas alcoólicas contaminadas no estado do Punjab, do norte da Índia.

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados