Hospitais podem pagar até 2146 euros a médicos tarefeiros por 24 horas na urgência

CNN Portugal , JGR
26 ago, 08:19
Saúde

REVISTA DE IMPRENSA. Hospital das Caldas da Rainha pagou 85 euros por hora para evitar encerramento de serviço de obstetrícia

Os hospitais portugueses podem pagar até 9054 euros por hora a médicos prestadores de serviço, quando esteja em causa o funcionamento da urgência, avança esta sexta-feira o Jornal de Notícias.

Na prática, durante um turno de 24 horas, um médico tarefeiro pode receber perto de 2146 euros, de acordo com um esclarecimento feito pela Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS) aos hospitais.

O Decreto de Lei 50-A/2022, de 25 de julho, que estabelece as novas regras de remuneração pelo trabalho suplementar nas urgências, tem como objetivo acabar com as desigualdades de pagamentos a médicos da casa e prestadores de serviços. Porém, já há hospitais a pagar aos tarefeiros valores superiores ao máximo permitido aos médicos da casa.

É esse o caso do Hospital das Caldas da Rainha, que ofereceu 85 euros por hora a tarefeiros especialistas em ginecologia e obstetrícia para um turno de 24 horas no dia 19 de agosto e 12 horas no dia 20. Em declarações ao Jornal de Notícias, o hospital admitiu que este valor permitiu “completar as escalas e evitar o encerramento da urgência”.

Saúde

Mais Saúde

Patrocinados