A história por detrás do sistema mais longo de escadas rolantes de exterior do mundo - e que cruza 13 ruas

CNN , Maggie Hiufu Wong
18 set, 14:00
Escadas rolantes de Hong Kong (Chris McGrath/ Getty)

Explorar a pé o movimentado bairro empresarial central de Hong Kong pode ser um grande desafio. 

A paisagem montanhosa da área, combinada com calor subtropical e uma humidade sufocante, seria um teste à resistência até de um alpinista. 

Felizmente, há a Central-Mid-Levels Escalator, uma cadeia de 800 metros de escadas e passadeiras rolantes que foi considerado o sistema de escadas rolantes de exterior mais longo do mundo. 

Aberto ao público em 1993 e com um custo de 30 milhões de dólares, é uma série de 16 escadas rolantes reversíveis e três tapetes rolantes. 

Construir um sistema de transporte de pessoas que cruza 13 ruas movimentadas numa encosta foi uma tarefa tão desafiante como seria de esperar. 

As escadas rolantes foram projetadas para seguir a inclinação natural da encosta da colina. Como a maioria dos gradientes das encostas não se enquadra nos padrões normais das escadas rolantes, foi criada uma linha de produção dedicada pelo fabricante das escadas rolantes. 

Com espaços limitados entre os edifícios antigos de Hong Kong e os novos arranha-céus, a maioria das escadas rolantes da ligação têm apenas uma via reversível que muda de direção "seguindo a direção predominante do fluxo pedonal durante o dia". 

Funcionando a cerca de 0,65 metros por segundo, a rede de escadas rolantes tem o seu próprio sistema de vigilância com 75 câmaras, um sistema de anúncio público com 200 altifalantes, quatro ecrãs LED e uma sala de controlo para monitorizar o sistema. 

Mas o mais importante é um meio livre de congestionamentos de deslocação entre a Central e a Conduit Road em Mid-Levels, servindo 78.000 viagens de peões por dia. E é totalmente gratuito. 

Passando por ruas estreitas no bairro mais movimentado da cidade, é na verdade uma ótima maneira de visitar a paisagem impactante de Hong Kong, desde bancas de comida (dai pai dong) em pequenos becos até os bares mais modernos de Mid-Levels, desde os velhos e coloridos prédios rasos até aos modernos e elegantes arranha-céus. 

Cenas de cinema famosas

A secção da passadeira rolante mais próxima de Hollywood Road foi mostrada com destaque e, assim, imortalizada, no famoso clássico romântico de 1994 do realizador Wong Kar-wai, "Chungking Express". 

Subindo a escada rolante, Faye, a protagonista feminina interpretada por Faye Wong, agachou-se e espreitou para o apartamento de Cop 663, interpretado por Tony Leung, que fica mesmo ao lado da escada rolante. 

Não muito longe de onde Wong espiou Leung, Christopher Nolan também filmou algumas cenas para o filme do Batman "O Cavaleiro das Trevas" em 2008. 

Principais restaurantes tradicionais

A padaria Tai Cheong ficou famosa depois de o antigo governador britânico Chris Patten ter confessado que era fã (Mike Clarke via Getty Images)

Muitos dos restaurantes mais lendários e tradicionais da cidade podem ser encontrados ao longo do sistema Central Mid-Levels Escalator. 

O Lan Fong Yuen (Gage St. 2, Central) ainda faz um chá com leite cantonês que justifica as filas. Conseguir arranjar um banco de madeira para sentar ali é um bónus. Um espaço interior maior está disponível atrás da banca. 

Outros clássicos que os residentes adoram incluem wontons no Mak's Noodle (Wellington St 77, Central), ganso assado do Yat Lok (Stanley St. 34-38, Central) e as tartes de bolacha e ovo na padaria Tai Cheong (Lyndhurst Terrace 35, Central). 

'Novos' sabores 

Localizada debaixo da escada rolante ao longo de Cochrane Street, XTC (Cochrane St. 45B, Central) fica uma marca de gelados caseiros, que tem um gelado com sabor a chá cantonês maravilhosamente rico. 

Enquanto isso, com o chef Archan Chan agora ao leme, o menu do popular restaurante Ho Lee Fook (Elgin Street, 3-5) passou por uma grande renovação. 

O restaurante serve agora pratos cantonenses clássicos com muito wok hei e ingredientes locais frescos. O que não mudou foi a atmosfera lúdica do bar e a parede com gatos da sorte a acenar, na entrada. 

Os melhores cheongsams

Os cheongsams do Linva foram usados por Maggie Cheung em "Disponível para Amar" (Getty Images)

Perto do início do sistema de escadas rolantes encontra-se um dos mais antigos ateliers de cheongsam da cidade, o Linva (Cochrane St. 38, Central). 

Fundado em 1966, o Linva ficou famoso por ter feito por medida alguns vestidos justos cheongsam para Maggie Cheung em "Disponível para Amar", também de Wong Kar-wai. 

Para uma visão moderna da tradição do vestido chinês, a G.O.D. Goods of Desire (48 Hollywood Road) vende designs ousados de inspiração local que são bons como souvenir. Yan Shang Kee Qipao (Wing Lee Street, 4) aluga vestidos cheongsam a um preço acessível. 

Fácil acesso aos melhores bares

O sistema de escadas rolantes pode ser um salva-vidas para boémios de saltos altos que frequentam bares e clubes perto do SoHo – subindo a colina do Central. 

Escondido na escadaria de um beco discreto, o pequeno bar The Old Man (Aberdeen Street, 37-39) ficou em primeiro lugar na lista dos 50 Melhores Bares da Ásia em 2019. Se uma caminhada de três minutos é muito longe, o Penicillin (Hollywood Road, 23), O primeiro bar sustentável de Hong Kong e um novo empreendimento dos mesmos fundadores do The Old Man, fica mesmo debaixo da escada rolante. 

Se prefere que o sítio onde bebe seja temático, o Behind Bars (G/F E Hall, Tai Kwun, 10 Hollywood Road) é um bar de cocktails situado dentro de uma antiga cela de prisão no histórico Tai Kwun Centre. 

Sacie a sua sede da maneira tradicional 

Em vez de limonada, os residentes preferem reidratar-se com um chá de ervas desintoxicante e de reforço imunológico "para levar". 

A Good Spring Company (Cochrane St. 8, Central), uma clínica de medicina tradicional chinesa com um balcão de chá de ervas virado para a rua, é uma das favoritas entre os trabalhadores de escritório nas proximidades. Vende bebidas como como o Chá de Flor Doce e 24 sabores de chá por cerca de 1 dólar por copo. 

O Kung Lee (Hollywood Road 60, Central) é famoso pelo seu refrescante sumo de cana-de-açúcar. 

Veja mais de perto os edifícios históricos 

O sistema de escadas rolantes oferece uma visão de cima de edifícios históricos como o Mercado Central e a Esquadra Central da Polícia – ambos ainda em renovação. 

Lar de três monumentos declarados, a antiga esquadra central da polícia (Hollywood Road 10, Central) está a ser reabilitada como um destino cultural de arte contemporânea chamado Tai Kwun Centre

O PMQ e o Museu Dr. Sun Yat Sem (Castle Road 7, Central) - apenas a uma curta caminhada da escada rolante – merecem o desvio. 

O PMQ (antigo Police Married Quarters) é um local histórico que foi transformado num centro criativo repleto de artes e design local. 

Com a exposição de Sun Yat Sen, o Kom Tong Hall é uma atração por si só. A mansão eduardiana é um dos edifícios mais bem preservados de Hong Kong do início do século XX. 

Outras informações práticas 

As escadas rolantes descem de manhã e sobem depois das 10 da manhã. 

A Central-Mid-Levels Escalator começa oficialmente na Des Voeux Road Central, mas a maneira mais fácil de começar a sua viagem é através dos passadiços que ligam o IFC - o centro financeiro e comercial, acima da Estação de Hong Kong. 

Em média, demora cerca de 20 minutos para andar de uma ponta à outra. As escadas rolantes descem das 6:00 às 10:00 e a subida faz-se das 10:00 à meia-noite. 

Quanto a Hong Kong, a cidade está aberta a viajantes totalmente vacinados de certos países, no entanto devem pré-reservar uma estadia de três dias num hotel de quarentena e fornecer provas de um teste negativo PCR à covid-19 feito no prazo de 48 horas após a partida. Todos os detalhes sobre os requisitos de entrada podem ser encontrados no site oficial do governo de Hong Kong. 

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados