Casaco icónico de Zelensky leiloado por mais de 100 mil euros

CNN , Zoe Sottile
9 mai, 12:43
Volodymyr Zelensky à entrada de uma conferência de imprensa em 23 de abril de 2022, em Kiev, na Ucrânia (AP Photo/Efrem Lukatsky)

Iniciativa de arrecadação de fundos no Reino Unido acumula cerca de um milhões de euros

Um casaco de lã, usado e assinado pelo presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, foi vendido por 90 mil libras, ou cerca 105 mil euros, num evento de arrecadação de fundos para a Ucrânia em Londres, na quinta-feira.

"Hoje, o mundo inteiro fala de um homem vestindo um simples casaco de lã ", disse a Embaixada da Ucrânia no Reino Unido, num vídeo postado no Twitter com imagens de Zelensky vestindo o casaco. "E agora o artigo icónico, assinado pessoalmente pelo Presidente Zelensky, está aqui."

O objetivo do evento era “contar as histórias de bravura [ucraniana] que se tornaram icónicas durante a guerra, bem como arrecadar fundos para apoiar essa bravura”, ainda de acordo com um tweet da embaixada.

Após meses de avanços militares, a Rússia lançou um ataque à Ucrânia no final de fevereiro, provocando turbulência geopolítica e uma crise de refugiados. Mais de três civis foram mortos no conflito, de acordo com a última estimativa do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos.

A arrecadação de fundos "Brave Ukraine", que incluiu brinquedos doados pela primeira-dama ucraniana, Olena Zelenska, e fotografias do falecido fotógrafo Max Levine, bem como o casaco de Zelensky, foi organizada pela Embaixada da Ucrânia em Londres, na galeria de arte Tate Modern. O evento arrecadou mais de um milhão de dólares (mais de 950 mil euros) para "Com a Ucrânia", a iniciativa de arrecadação de fundos da embaixada. A maior parte dos fundos será destinada ao reequipamento do Centro Médico Infantil Especializado da Ucrânia Ocidental, disse a embaixada.

Num discurso no evento de arrecadação de fundos, o primeiro-ministro britânico Boris Johnson elogiou a liderança de Zelensky, depois de o presidente ucraniano se dirigir aos participantes por videochamada.

"É uma honra falar depois ao meu amigo Volodymyr Zelenskyy, um dos líderes mais incríveis dos tempos modernos", afirmou, segundo uma transcrição do governo britânico. Johnson também pediu "licitações muito mais altas", na licitação inicial de 50 mil libras, ou quase 60 mil euros, pelo casado de Zelensky.

Boris Johnson criticou a Rússia por "destruir cidades na Ucrânia" e elogiou a bravura do povo ucraniano. "É por isso que estou mais certo do que nunca de que a Ucrânia vencerá", acrescentou. "A Ucrânia será livre e uma Ucrânia soberana irá erguer-se de novo."

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados