Se puder, não ateste já o depósito - daqui a dias pode sair mais barato

29 mar, 16:35
Atestar o automóvel está muito mais caro desde o início da invasão da Ucrânia

Evolução do petróleo esta semana já aponta para uma descida do preço dos combustíveis na próxima segunda-feira. Veja de que forma

O preço médio do petróleo está em queda esta semana. Depois de uma descida de 8,2% na segunda e terça-feira, o índice Brent subiu 3,5% na quarta-feira, mas voltou às quedas na quinta-feira, descendo perto de 4% ao fim da tarde. Quatro dias não são cinco, falta ainda saber a evolução do petróleo na sexta-feira, mas a média já aponta para uma descida dos combustíveis na próxima segunda-feira. Em relação à média da semana passada, a desta semana está cerca de 7% mais baixa.

Daí os cálculos apresentados pela CNN Portugal na quinta-feira, 31 de março, com a informação até este dia: o gasóleo pode cair cerca de 10 cêntimos na segunda-feira, a gasolina cerca de 3 cêntimos

A cotação do petróleo foi o principal acelerador de três fortes aumentos e uma forte descida dos preços dos combustíveis nas últimas quatro segundas-feiras. Desde o início da invasão, os gasóleos subiram cerca de 34 cêntimos e as gasolinas entre à volta de 15 e 22 cêntimos por litro.

O preço do crude nos mercados internacionais tem estado num carrossel de subidas e descidas desde o início da invasão da Ucrânia pela Rússia, variando sobretudo em função das expectativas em torno das negociações de acordos de paz, assim como das possibilidades de diversificação de fontes de fornecimento.

Esta semana, as notícias estão a ser positivas. A Rússia declarou esta terça-feira que vai “reduzir radicalmente” a atividade militar em Kiev e Chernihiv na sequência das negociações de paz, depois de a Ucrânia ter apresentado uma proposta final sobre o que entende por neutralidade. As negociações estão a avançar, havendo hipóteses de um encontro entre os próprios líderes dos dois países, Putin e Zelensky. Já na quinta-feira, a Casa Branca anunciou que os Estados Unidos irão injetar no mercado cerca de um milhão de barris de petróleo por dia das reservas estratégicas dos EUA.

Ao fim da tarde desta quinta-feira, o petróleo cotava perto dos 107 dólares por barril no índice Brent, menos quase 9% do que o fecho de sexta-feira, quando estava acima dos 117 dólares. Noutro índice, o WTI, a queda era semelhante.

Os preços dos combustíveis em Portugal são definidos livremente pelas gasolineiras, mas as variações (que tradicionalmente ocorrem às segundas-feiras, embora variem todos os dias) estão associadas à cotação média do petróleo na semana anterior. Ora, as cotações médias nos primeiros quatro dias desta semana estão quase 7% abaixo da cotação média da semana passada.

Se esta tendência se mantiver na sexta-feira, os preços dos combustíveis deverão mesmo descer em Portugal na próxima semana. Nesse caso, fará sentido a um automobilista abastecer o depósito em função apenas dos quilómetros a percorrer nos próximos dias, mas esperar pela próxima semana para atestar.

Tudo isto depende da evolução do preço do petróleo, que a CNN Portugal está e vai continuar a acompanhar diariamente. Mas também das decisões das gasolineiras, que têm liberdade de fixação de preços finais.

 

Nota: notícia atualizada às 18:40 desta quinta-feira, 31 de março, com mais dias de cotação do petróleo.

 

Dinheiro

Mais Dinheiro

Patrocinados