Combustíveis podem cair cerca de 10 cêntimos na segunda-feira. Veja as previsões

31 mar, 11:11
Diferença entre postos ascende aos 35 cêntimos por litro no gasóleo

Queda do preço do petróleo esta quinta-feira aumenta probabilidades de descida do preço dos combustíveis na próxima semana. Sobretudo no gasóleo

O gasóleo pode cair cerca de dez cêntimos, a gasolina cerca de três, na próxima segunda-feira. São estas as contas ao fim da manhã desta quinta-feira, dia em que a cotação internacional do petróleo caía cerca de 4,5%, depois das notícias de reforço de fornecimento desta matéria-prima pelos Estados Unidos.

A tendência de descida iniciara-se logo na segunda-feira, tendo o resto da semana vindo a consolidar a expectativa de descida de preços de venda. Esta semana, contando até perto da hora do almoço de quinta-feira, o preço médio do petróleo estava nos 108,71 euros por barril no índice Brent, o que representa menos 7,2% do que o preço médio da semana passada.

É tipicamente com base no preço médio da semana anterior que os preços dos combustíveis são decididos em Portugal, mesmo se os preços são definidos livremente pelas gasolineiras, em qualquer dia. É com base nesta cotação média do petróleo que a CNN Portugal aponta a descida de preços, mesmo se só no final de sexta-feira se conclua o cálculo da cotação média do petróleo desta semana.

O preço do crude nos mercados internacionais tem estado num carrossel de subidas e descidas desde o início da invasão da Ucrânia pela Rússia, variando sobretudo em função das expectativas em torno das negociações de acordos de paz, assim como das possibilidades de diversificação de fontes de fornecimento.

Esta quinta-feira, a notícia de que Joe Biden deverá anunciar a libertação de até 180 milhões de barris das reservas estratégicas de petróleo dos Estados Unidos, ao longo dos próximos meses, provocou uma nova descida dos preços do crude: os futuros do Brent para maio, bem como os futuros U.S. West Texas Intermediate (a outra grande cotação de referência deste mercado), caíam entre os 4% e os 5% ao fim da manhã. 

A próxima segunda-feira será a quinta desde o início da guerra, tendo as quatro anteriores sido marcadas por fortes variações, três de forte subida, uma de descida. A próxima será, muito provavelmente, também de descida.

Desde o início da invasão da Ucrânia pela Rússia, o preço médio do gasóleo simples já subiu 21% e o da gasolina simples 85 está mais cara 12,3%. Para a formação do preço final, é preciso contar também com o efeito dos impostos. O governo decidiu baixar o Imposto sobre os Produtos Petrolíferos temporariamente para atenuar as subidas dos combustíveis, tendo mantido até agora esse corte mesmo quando os preços descem.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Dinheiro

Mais Dinheiro

Patrocinados