Marco "Orelhas" entregou-se à Polícia Judiciária

16 mai, 13:02

Número dois dos Super Dragões foi constituído arguido no caso da morte do adepto do FC Porto junto ao Estádio do Dragão, na noite em que a equipa garantiu a conquista do título

Marco "Orelhas", que estava desaparecido, entregou-se esta segunda-feira à Polícia Judiciária.

A advogada do pai do principal suspeito da morte de um adepto do FC Porto junto ao Estádio do Dragão, na primeira noite dos festejos do título, tinha pedido que o seu cliente fizesse um depoimento, mas o Ministério Público não respondeu e, esta manhã, "Orelhas", como é conhecido, entregou-se para ser ouvido pelas autoridades.

O número dois dos Super Dragões foi, entretanto, constituído arguido.

Poliana Ribeiro disse à TVI/CNN Portugal que o seu cliente "está preocupado", "acima de tudo porque tem um filho detido", e que está preparado "para colaborar com a Justiça".

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados