Lone Star sonda banca espanhola para vender Novobanco por dois mil milhões

22 fev 2023, 17:49
novobanco

Operação poderá arrancar ainda este ano ou no início de 2024. Santander e CaixaBank perfilam-se como principais candidatos a ficarem com o Novobanco. Em Espanha fala-se em negócio de dois mil milhões

A Lone Star começou a sondar os grandes bancos espanhóis para vender o Novobanco, avança o jornal espanhol Vozpópuli (acesso livre/conteúdo em espanhol), citando várias fontes financeiras. O objetivo do fundo americano passa por vender o banco com uma avaliação de cerca de dois mil milhões de euros, embora algumas fontes considerem que terá de baixar a fasquia para menos de 1,5 mil milhões de euros para tornar a operação mais atrativa.

O ECO contactou a Lone Star sobre esta notícia, mas não teve uma resposta até à publicação do artigo. O Novobanco não comenta.

Estas movimentações surgem numa altura em que Bruxelas se prepara para dar por concluído o processo de reestruturação do Novobanco, que implicou que o Fundo de Resolução, financiado por contribuições da banca, tivesse de injetar 3,4 mil milhões de euros ao abrigo do mecanismo de capital contingente. O fim deste processo significa que o banco se liberta das amarras da DG-Comp, a autoridade da concorrência da União Europeia, incluindo a distribuição de dividendos ou a aquisição de outros bancos.

De acordo com o jornal espanhol, a Lone Star ainda se encontra a fazer os contactos preliminares através da banca de investimento. A venda poderá arrancar este ano ou nos primeiros meses de 2024.

Dentro do setor veem o CaixaBank (dono do BPI) e o Santander como os bancos com melhor perfil para ficar com o Novobanco, o quarto maior banco em Portugal. O banco liderado por Mark Bourke tem quase 47 mil milhões de euros em ativos e uma quota de mercado de depósitos e créditos acima de 9%. Para estes dois bancos, a aquisição do Novobanco representaria um salto expressivo no mercado nacional, praticamente duplicando a presença e superando o BCP.

Publicamente, o CEO do Novobanco tem referido que a estratégia do banco passa por se tornar “independente”, tendo Mark Bourke confidenciado, numa reunião interna com trabalhadores, que os planos incluiriam uma venda em bolsa (IPO).

O Novobanco apresenta as contas no próximo dia 9 de março, antes da abertura dos mercados. Vão ser resultados históricos. Até setembro registou um resultado de quase 430 milhões de euros, batendo toda a concorrência privada.

Relacionados

Empresas

Mais Empresas

Mais Lidas

Patrocinados