Covid-19: Espanha aprova vacinação das crianças dos 5 aos 11 anos

7 dez 2021, 11:19
Vacinação de crianças. Foto: AP
Vacinação de crianças. Foto: AP

Vacinação arranca a 15 de dezembro, dois dias depois da chegada das vacinas pediátricas da Pfizer aos Estados-membros da União Europeia

PUB

Espanha aprovou, nesta terça-feira, a vacinação contra a covid-19 das crianças dos 5 aos 11 anos.

A vacinação arranca já a 15 de dezembro, dois dias depois da chegada das vacinas pediátricas da Pfizer aos Estados-membros da União Europeia, segundo o comunicado divulgado pelo governo.

PUB

A comissão de saúde pública do Ministério reuniu-se esta manhã com os governos das regiões autónomas para definir as estratégias de vacinação.

"A comissão de saúde pública aprovou a vacinação desta faixa etária para redyuzir a carga da doença neste grupo e a sua transmissão em ambiente familiar, nas escolas e na comunidade. Neste sentido, a comissão destaca a importância de proteger os menores destas idades não só da doença na sua fase mais aguda, mas também de possíveis agravamentos ou da persistência da doença [covid longo]. A comissão decidiu começar a vacinação desta franja de idade a partir do próximo dia 15 de dezembro", justifica o Ministério da Saúde no comunicado divulgado.

A ministra Carolina Darias explicou, desde Bruxelas, onde está numa reunião com os homólogos, que serão as comunidades autónomas a decidir a "modalidade" de vacinação dos menores de 12 anos quando a campanha arrancar nos próximos dias.

PUB
PUB
PUB

Onde será feita a inoculação, e questionada se as escolas seriam uma possibilidade, até por questões de logística, a governante não se quis comprometer, esperando, apenas, que sejam adotadas "as melhores decisões".

"Podemos começar a vacinar a partir de 13 de dezembro na modalidade que cada comunidade autónoma estabeleça", disse apenas.

As autoridades de saúde espanholas esperam receber até janeiro 3,2 milhões de doses, quantidade considerada suficiente para administrar a primeira dose a todas as crianças nesta faixa etária. A segunda dose será administrada oito semanas depois.

 

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados