Detido suspeito de abusar sexualmente de dois menores em Gaia e Espinho

Agência Lusa , AM
9 nov, 10:46
Polícia Judiciária

Crimes ocorriam desde outubro de 2020. Suspeito ficou em liberdade, com apresentações periódicas às autoridades e obrigação de tratamento médico para a sua parafilia

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem suspeito de ter abusado sexualmente durante dois anos de duas crianças, de 5 e 14 anos, em Vila Nova de Gaia (Porto) e Espinho (Aveiro), informou esta quarta-feira aquele órgão de polícia criminal.

Em comunicado, a PJ esclareceu que o homem foi detido pela presumível autoria de vários crimes de abuso sexual de crianças, ocorridos desde outubro de 2020.

"O arguido, companheiro de familiar próximo das vítimas, aproveitou-se do ascendente resultante da relação de afinidade com aquelas e da sua inexperiência em razão da idade para as subjugar, repetidamente, a práticas sexuais abusivas", refere a mesma nota.

Segundo a PJ, os abusos apenas foram revelados agora pelo facto de as vítimas "temerem o agressor, bem como que o seu relato não fosse considerado verdadeiro em oposição ao do adulto abusador".

O detido, com 33 anos, sem antecedentes criminais, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo ficado sujeito às medidas de coação de apresentações periódicas e obrigação de tratamento médico para a sua parafilia.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados