Futebol de praia: irmãos Martins colocam Portugal nos «quartos»

20 fev, 14:16
Seleção de futebol de praia está nos quartos de final do Mundial

Seleção portuguesa bateu Omã por 3-2, com um golo a nove segundos do final do terceiro período

Com um golo a nove segundos do final, a seleção portuguesa de futebol de praia garantiu esta terça-feira uma vaga nos quartos de final do Campeonato do Mundo que está a decorrer no Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, com uma emocionante vitória sobre Omã por 3-2.

Veja como foi o FILME DO JOGO

Com esta segunda vitória, a seleção de Mário Narciso garantiu, desde já, um dos primeiros lugares do Grupo D, mas vai ter de aguardar agora pelo final do Brasil-México para saber se fica no primeiro lugar ou no segundo lugar do grupo.

O jogo desta terça-feira começou com forte intensidade, com Bê Martins a rematar à trave, logo aos 4 minutos, num primeiro período em que Jordan também esteve muito perto de marcar, mas Pedro Mano também teve de aplicar-se para manter o nulo que, no final do primeiro período, continuava intato.

Portugal entrou mais forte no segundo período e acabou por adiantar-se no marcador com dois golos separados por menos de cinco minutos. Logo a abrir, Bê Martins levantou a bola para um remate acrobático de Jordan, com Léo Martins, à boca da baliza, a desviar a bola de calcanhar. Um golo de belo efeito no melhor período de Portugal. Omã ainda acertou na barra, na resposta, mas Portugal voltou a marcar logo a seguir, com Bê Martins a levantar uma bola para Jordan arrancar um espetacular pontapé de moinho.

Portugal chegava ao final do segundo período com uma vantagem de dois golos, mas ainda teria de sofrer antes de festejar. Logo a abrir o último período, na sequência de um erro de Bê Martins, Abdullah Yahia reduziu a diferença para apenas um golo com um remate rasteiro e colocado. Um golo que duplicou a motivação da seleção de Omã que cresceu no jogo e contou com uma série de oportunidades para empatar o jogo, com Pedro Mano a ter de aplicar-se entre os postes.

Quando parecia que Portugal tinha passado o período de maior sufoco, Omã chegou mesmo ao empate, a 25 segundos do final, outra vez por Khaleed, desta vez na marcação de um livre. Um golo que apontava para um prolongamento do jogo, mas Portugal ainda foi a tempo de reclamar a vitória dentro do tempo regulamentar, a nove segundos do final, com os gémeos Martins a «inventarem» o golo da vitória. Bê Martins levantou a bola da esquerda e Léo Martins marcou em mergulho.

Estava feito!

Portugal vai agora aguardar pelo resultado do Brasil-México para saber se fica em primeiro no grupo (neste caso irá defrontar o Japão ou o Senegal) ou, o mais expectável, em segundo (neste caso terá como adversário a Bielorrússia).

Relacionados

Mais Lidas

Patrocinados