Perseguição policial para capturar jovem de 19 anos que matou quatro pessoas paralisou cidade de Memphis

8 set, 11:07
Polícia capturou suspeito de 19 anos que terá abatido quatro pessoas em Memphis (Foto: Mark Weber/Daily Memphian via AP

Polícia de Memphis deteve Ezekiel Kelly depois de o suspeito ter deixado cidade em alerta durante várias horas, perante a ameaça de um atirador em movimento

Uma série de tiroteios paralisou a cidade norte-americana de Memphis durante a tarde e a noite de quarta-feira, até a polícia conseguir capturar o alegado autor dos disparos que mataram quatro pessoas e feriram outras três. 

O suspeito, Ezekiel Kelly, de 19 anos, foi detido após uma perseguição policial de carro a alta velocidade, informa a CNN, citando fonte da polícia da segunda maior cidade do estado do Tennessee.

Em conferência de imprensa, Cerelyn Davis, a chefe da polícia de Memphis, revelou que os tiroteios começaram pouco depois da uma da tarde de quarta-feira, hora local: um homem de 24 anos foi abatido à entrada de sua casa. Pelas 16:30, a polícia foi alertada para outros dois tiroteios com poucos minutos de intervalo: os disparos deixaram um homem morto dentro do próprio carro e um segundo tiroteio deixou ferida na perna uma mulher. 

Pelas 18:00, Ezekiel Kelly terá transmitido através do Facebook Live o momento em que entrou uma loja e feriu com gravidade um homem que ali se encontrava. As autoridades foram alertadas para o vídeo e, nesta altura, emitiram um aviso à população para que os residentes não saíssem de casa a não ser que tivessem mesmo de o fazer. 

 

Perante a ameaça de um atirador em movimento, o serviço de transportes públicos de Memphis suspendeu as carreiras de autocarros e a Universidade de Memphis entrou em "lockdown", sem saídas ou entradas no campus universitário.

"Armado e perigoso"

Depois de transmitir o crime nas redes sociais, o suspeito voltou a atacar e matou a condutora de um carro que roubou. Mais tarde, alvejou outra mulher, tendo deixado um homem ferido. Ainda voltou a fazer outra manobra de carjacking, mas o condutor conseguiu sair ileso. 

Ezekiel Kelly, suspeito de matar quatro pessoas em Memphis, foi detido na noite de quarta-feira (Foto: Polícia de Memphis via AP)

A Meta, empresa que é proprietária do Facebook, já veio dizer que está a trabalhar com as autoridades que estão a investigar o caso e que o vídeo divulgado por Ezekiel Kelly já não está online, garantindo que esteve em contacto com a polícia desde os primeiros alertas. 

O suspeito, que foi descrito pela polícia como "armado e perigoso", foi detido após uma perseguição policial a alta velocidade. O alerta das autoridades aos residentes só foi levantado depois das 21:30.

O New York Times avança que o jovem agora detido já tinha sido acusado, em 2020, então com 17 anos, de duas tentativas de homicídio. O caso começou no tribunal de menores mas Kelly acabou por ser julgado como adulto. Jim Strickland, o presidente da câmara de Memphis, revelou que Kelly tinha sido condenado a três anos de prisão mas acabou por ser libertado depois de se ter dado como culpado de um crime de agressão, com menor gravidade, e acabou por passar apenas onze meses na cadeia. Foi libertado no passado mês de março. 

"Se o senhor Kelly tivesse cumprido por inteiro a sentença de três anos ainda estaria hoje na prisão e quatro dos nossos cidadãos estariam vivos", lamentou o autarca.

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados