Beber vinho e champanhe pode reduzir risco de covid-19 (mas, atenção às quantidades e cerveja não conta)

25 jan, 13:45
Vinho

Já o consumo de cerveja e de sidra pode aumentar o risco de contrair a doença

Um estudo de investigadores chineses revela que o consumo de vinho e champanhe, com moderação, pode ajudar a reduzir o risco de covid-19. Publicado na revista Frontiers, o estudo revela que as pessoas que consomem entre 1 a 2 copos de vinho tinto/branco ou de champanhe por semana, dentro das diretrizes da investigação (ver tabela abaixo), têm mais hipóteses de reduzir o risco de contrair a doença.

Para a investigação foram estudados os hábitos de consumo de bebidas alcoólicas e o histórico de covid-19 de 473.957 pessoas, 16.559 das quais estiveram infetadas, com recurso ao UK Biobank, um banco de dados biomédicos de larga escala do Reino Unido.

O estudo conclui, então, que as pessoas que consumiram duas vezes mais álcool (1,12 unidades) que o recomendado tiveram um risco maior contrair a doença, sendo que o consumo de vinho tinto acima ou no dobro das diretrizes, ou seja, mais de 7 copos por semana teve efeitos protetores contra o SARS-CoV-2, assim como a baixa frequência de consumo de vinho (1-2 copos/semana).

Já a alta frequência de consumo de destilados/bebidas espirituosas (≥ 5 copos/semana) dentro das diretrizes aumentou o risco, enquanto a alta frequência de consumo de vinho branco e champanhe acima das diretrizes diminuiu o risco de covid-19. No entanto, os cientistas descobriram que o consumo de cerveja e sidra não é recomendado, independentemente da frequência e da quantidade de consumo de álcool, porque aumentou o risco de covid-19.

Medidas Diretrizes
Cerveja e a sidra (473 ml = 2 unidades) <14 unidades/semana (recomendado)
Vinho (1 copo standart = 2 unidades) ≥ 14 unidades/semana (acima do recomendado)
Bebidas espirituosas (1 shot = 1 unidade) <28 unidades/semana
  ≥ 28 unidades/semana (muito acima do recomendado)

Os cientistas consideram que o risco de contrair covid-19 parece variar entre os diferentes subtipos, frequência e quantidade de bebidas alcoólicas, sendo que o vinho tinto, vinho branco e champanhe têm hipóteses de reduzir o risco de covid-19. O consumo de cerveja e sidra e bebidas espirituosas e bebidas destiladas não são, no entanto, recomendados durante as epidemias.

 

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados