Ensino Superior: houve 26 cursos sem qualquer colocado na primeira fase. Se vai à segunda, aqui tem os 10 com mais vagas disponíveis

10 set, 23:59
Parceria dá bolsas para cursos na área florestal (Foto: Unsplash)

É no interior do país, mais concretamente em Bragança, que mais se repetem os cursos sem qualquer candidato e onde sobraram mais vagas para a segunda fase

No concurso de acesso ao Ensino Superior deste ano, houve 26 cursos sem qualquer candidato colocado. Ao todo, correspondem a 690 vagas que ficaram desertas.

O curso de Engenharia de Energias Renováveis da Escola Superior de Tecnologia e de Gestão de Bragança, do Instituto Politécnico de Bragança, por exemplo, tinha 75 vagas. Nenhuma foi preenchida.

Castelo Branco, Beja, Viseu, Portalegre ou Guarda são outras das localizações onde se registaram cursos desertos, confirmando a falta de interesse dos candidatos pela oferta académica no interior do país. Na lista dos cursos vazios, são praticamente todos engenharias.

No concurso de acesso ao Ensino Superior este ano, houve 265 cursos que ficaram com vagas por preencher, que podem agora ser ocupadas na segunda fase. Outros 838 cursos foram completamente preenchidos – dependendo, por isso, da desistência de colocados para que outros possam entrar.

Vou à segunda fase. Onde estão os 10 cursos que deixaram mais vagas por preencher? Pista: Bragança

1) Instituto Politécnico de Bragança - Escola Superior de Tecnologia e de Gestão de Bragança: Engenharia de Energias Renováveis – 75 vagas por preencher em 75 disponíveis

2) Instituto Politécnico da Guarda - Escola Superior de Tecnologia e Gestão: Engenharia Informática - 57 vagas por preencher em 70 disponíveis

3) Instituto Politécnico de Lisboa - Instituto Superior de Engenharia de Lisboa: Engenharia Eletrotécnica - 55 vagas por preencher de 88 disponíveis

4) Instituto Politécnico de Bragança - Escola Superior de Tecnologia e de Gestão de Bragança: Informática de Gestão – 53 vagas por preencher de 55 disponíveis

5) Universidade de Lisboa – Instituto Superior Técnico: Engenharia Eletrotécnica e de Computadores – 53 vagas por preencher de 220 disponíveis

6) Instituto Politécnico de Bragança - Escola Superior de Tecnologia e de Gestão de Bragança: Engenharia Mecânica – 52 vagas por preencher de 53 disponíveis

7) Instituto Politécnico de Bragança - Escola Superior de Tecnologia e de Gestão de Bragança: Engenharia Informática: 52 vagas por preencher de 100 disponíveis

8) Instituto Politécnico de Bragança - Escola Superior Agrária de Bragança: Engenharia Agronómica – 50 vagas por preencher de 50 disponíveis

9) Instituto Politécnico de Bragança - Escola Superior de Tecnologia e de Gestão de Bragança: Gestão de Negócios Internacionais (Curso Europeu, ensino em Inglês) – 50 vagas por preencher em 65 disponíveis

10) Instituto Politécnico de Bragança - Escola Superior de Tecnologia e de Gestão de Bragança: Engenharia Eletrotécnica e de Computadores - 49 vagas por preencher de 50 disponíveis

Bragança lidera quando se analisam os cursos com mais vagas por preencher ou sem qualquer colocação(Leandro Silva/Unsplash)

Quais os 26 cursos sem qualquer colocação?

Dos 26 cursos sem qualquer colocado, seis pertencem ao Instituto Politécnico de Bragança. Quase todos dizem respeito a engenharias, em diferentes áreas. Há ainda a destacar 94 cursos onde foram colocados menos de 10 pessoas.

1) Instituto Politécnico de Bragança - Escola Superior de Tecnologia e de Gestão de Bragança: Engenharia Eletrotécnica e de Computadores: 75 vagas

2) Instituto Politécnico de Bragança - Escola Superior Agrária de Bragança: Instituto Politécnico de Bragança - Escola Superior Agrária de Bragança: 50 vagas

3) Instituto Politécnico de Bragança - Escola Superior Agrária de Bragança: Engenharia Química: 35 vagas

4) Instituto Politécnico de Bragança - Escola Superior de Tecnologia e de Gestão de Bragança: Engenharia e Gestão Industrial: 33 vagas

5) Instituto Politécnico de Bragança - Escola Superior Agrária de Bragança: Engenharia Zootécnica: 28 vagas

6) Instituto Politécnico de Castelo Branco - Escola Superior de Tecnologia de Castelo Branco: Engenharia Eletrotécnica e das Telecomunicações: 27 vagas

7) Instituto Politécnico de Tomar - Escola Superior de Tecnologia de Tomar: Gestão da Edificação e Obras: 27 vagas

8) Instituto Politécnico de Beja - Escola Superior Agrária: Engenharia do Ambiente: 25 vagas

9) Instituto Politécnico de Beja - Escola Superior Agrária: Tecnologias Bioanalíticas: 25 vagas

10) Instituto Politécnico de Bragança - Escola Superior Agrária de Bragança: Engenharia Alimentar: 25 vagas

11) Instituto Politécnico de Portalegre - Escola Superior de Tecnologia e Gestão: Tecnologias de Produção de Biocombustíveis: 25 vagas

12) Instituto Politécnico de Viseu - Escola Superior Agrária de Viseu: Engenharia Agronómica: 25 vagas

13) Instituto Politécnico de Viseu - Escola Superior Agrária de Viseu: Engenharia Alimentar: 25 vagas

14) Instituto Politécnico de Tomar - Escola Superior de Tecnologia de Abrantes: Engenharia Mecânica: 25 vagas

15) Instituto Politécnico da Guarda - Escola Superior de Tecnologia e Gestão: Engenharia Civil: 24 vagas

16) Instituto Politécnico de Viana do Castelo - Escola Superior Agrária: Engenharia do Ambiente e Geoinformática: 24 vagas

17) Instituto Politécnico de Leiria - Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar: Engenharia Alimentar: 21 vagas

18) Instituto Politécnico de Castelo Branco - Escola Superior de Tecnologia de Castelo Branco: Engenharia e Gestão Industrial: 20 vagas

19) Instituto Politécnico da Guarda - Escola Superior de Tecnologia e Gestão: Engenharia Topográfica: 20 vagas

20) Instituto Politécnico de Setúbal - Escola Superior de Tecnologia do Barreiro: Engenharia Civil: 20 vagas

21) Instituto Politécnico de Setúbal - Escola Superior de Tecnologia do Barreiro: Engenharia Civil (regime noturno): 20 vagas

22) Instituto Politécnico de Viana do Castelo - Escola Superior de Tecnologia e Gestão: Engenharia Alimentar: 20 vagas

23) Instituto Politécnico de Tomar - Escola Superior de Tecnologia de Tomar: Engenharia Civil: 20 vagas

24) Instituto Politécnico de Coimbra - Instituto Superior de Engenharia de Coimbra: Engenharia Eletrotécnica e de Computadores (regime pós-laboral): 18 vagas

25) Instituto Politécnico de Santarém - Escola Superior Agrária de Santarém: Agronomia (regime pós-laboral): 18 vagas

26) Instituto Politécnico de Leiria - Escola Superior de Tecnologia e Gestão: Engenharia Eletrotécnica e de Computadores (regime noturno): 15 vagas

Relacionados

Educação

Mais Educação

Patrocinados