Processo EDP: Ministério Público pede condenação de Manuel Pinho e Ricardo Salgado

6 mai, 15:11

Ministério Público pede pelo menos nove anos de prisão para Pinho e entre 6 a 7 anos para o ex-banqueiro

O Ministério Público pediu esta segunda-feira a condenação de Manuel Pinho, da mulher Alexandra Pinho e de Ricardo Salgado no âmbito do processo EDP.

De acordo com o procurador do MP Rui Batista, Pinho e Salgado tinham um "pacto corruptivo" e os crimes cometidos foram todos dados como provados. O Ministério Público referiu que o dinheiro depositados em contas no estrangeiro prova os crimes de ocultação e branqueamento de capitais cometidos pelos três arguidos, sendo que Manuel Pinho e a mulher também terão cometido fraude fiscal.

O Ministério Público pede uma pena não inferior a nove anos para Manuel Pinho. É também pedida para o ex-ministro da Economia a sanção acessória de proibição do exercício de cargos públicos.

Para Ricardo Salgado é pedida uma pena de 6 a 7 anos de prisão, sendo que a decisão sobre se será efetiva ou suspensa ficará para depois do trânsito em julgado.

Por último, o Ministério Público pede quatro anos de pena suspensa para Alexandra Pinho.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Mais Lidas

Patrocinados