Homem detido por cultivo de canábis num armazém em Vagos

Agência Lusa , SM
15 nov, 17:59
Canábis (Lillian Suwanrumpha / Getty Images)

Investigação que decorria há cerca de quatro meses levou à detenção de um homem de 34 anos, suspeito de tráfico de estupefacientes

A GNR deteve esta quarta-feira um homem, de 34 anos, suspeito de plantar canábis para vender a consumidores em Vagos, no distrito de Aveiro, informou aquela força de segurança.

Em comunicado, a GNR esclareceu que o homem foi detido por suspeita de tráfico de estupefacientes, no âmbito de uma investigação que decorria há cerca de quatro meses.

Segundo a Guarda, o suspeito cultivava plantas de canábis no interior de um armazém, procedendo à sua secagem, corte e preparação, transformando-as em produto final para posterior venda ao consumidor final.

No decorrer das diligências policiais, os militares da Guarda deram cumprimento a cinco buscas, uma busca domiciliária, três em viaturas e uma em armazém, que culminaram na apreensão de 592 doses de canábis e 322 gramas de caules secos de canábis.

Os militares apreenderam ainda diverso material relacionado com a pesagem, acondicionamento e preparação de produto estupefacientes.

Esta ação contou com o reforço do Destacamento de Intervenção (DI) de Aveiro, Posto Territorial de Vagos e Posto Territorial de Cacia.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados