Comprou uma casa à beira-mar há nove meses que foi agora levada pela água

FCT
18 mai, 18:14
Casa

O momento foi captado em vídeo e tornou-se viral nas redes sociais

O episódio passou-se no destino paradisíaco Outer Banks, no estado americano da Carolina do Norte, onde já mais três casas foram levadas pelo oceano este ano.

Ralph Patricelli, um agente imobiliário de 57 anos, decidiu, em agosto, comprar uma casa junto ao mar com a irmã. E foi na reserva de Outer Banks que encontrou a casa dos seus sonhos: um T4, na praia. Depois das restrições da pandemia, queria que a casa pudesse ser um local de festas e férias entre amigos. A "inauguração" estava marcada para novembro, no dia de Ação de Graças.  

No entanto, na semana passada, uma tempestade que assolou a região levou a que a força do mar tivesse arrastado a casa. Um vizinho conseguiu captar o momento, que se tornou viral no Twitter. 

 

Para David Hallac, superintendente do Parque Nacional da Carolina do Norte, o que aconteceu não é surpreendente: "O que foi surpreendente para mim foi ter durando tanto tempo”. O responsável criticou os cidadãos que continuam a investir em casas tão perto do mar, quando os efeitos das alterações climáticas já se fazem sentir.  Na mesma rua desta casa agora destruída foram vendidas, só este ano, mais duas casas. 

Neste caso, Ralph Patricelli acreditou que tinha tempo para se prevenir. Sabia os riscos e ponderava relocalizar a casa, mas essa decisão já não foi a tempo. Em entrevista ao Washington Post, defendeu que "foi uma aposta que correu mal”. 

“O que eu retiro disto tudo é que a mudança climática é algo real para todos. Acho que fui ingénuo em acreditar que isto não me afetaria da forma como afetou”, disse, numa entrevista ao New York Times.  

“É importante que as pessoas reconheçam que os sistemas costeiros estão hoje a sentir os efeitos da subida do mar e das alterações climáticas”, afirmou Reide Corbett, oceanógrafo da Universidade de Carolina do Leste. Corbett reitera que “não é algo que esteja a uma década de distância". "É algo que já está a acontecer”.

Para o investigador, o desabamento desta casa tem de servir de aviso para os desafios que as ilhas e zonas baixas enfrentam, bem como um lembrete à população da agressividade do problema.  

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Clima

Mais Clima

Patrocinados