Ataques israelitas matam dois soldados sírios e encerram aeroporto de Damasco

Agência Lusa , AM
2 jan, 06:02
Idlib, Síria (Muhammed Said/Anadolu Agency, Getty Images)

Desde o início da guerra civil síria em 2011, Israel realizou centenas de ataques aéreos no país vizinho

Dois soldados sírios morreram esta segunda-feira de madrugada em ataques israelitas ao aeroporto de Damasco, que encerrou, informou a agência de notícias estatal Sana.

"O inimigo israelita realizou um ataque aéreo com mísseis, visando o Aeroporto Internacional de Damasco e arredores", causando "a morte de dois soldados, ferimentos a outros dois" e danos materiais, noticiou a agência, citando uma fonte militar síria.

O aeroporto está "fora de serviço", acrescentou a mesma fonte.

Rami Abdul Rahman, do Observatório Sírio dos Direitos Humanos, com sede no Reino Unido, disse que o ataque israelita visava "posições do Hezbollah e de grupos pró-iranianos dentro e à volta do aeroporto, incluindo um depósito de armas".

Desde o início da guerra civil síria em 2011, Israel realizou centenas de ataques aéreos no país vizinho, visando posições do exército sírio, das forças pró-iranianas e do Hezbollah libanês.

O Estado hebreu raramente comenta ataques contra a Síria, mas diz que não permitirá que o Irão expanda a sua influência no país.

Estes ataques ocorrem frequentemente perto do aeroporto de Damasco, que já encerrou durante um ataque a 10 de junho.

Médio Oriente

Mais Médio Oriente

Patrocinados