Cristiano Ronaldo: «A liga saudita não é pior do que a liga francesa»

19 jan, 17:16
Cristiano Ronaldo (FOTO: Al Nassr)

Futebolista português do Al Nassr diz que foi motor para a mudança de muitos profissionais. «Eu acredito que vão estar no top-3 ou 4 do mundo»

O futebolista português Cristiano Ronaldo reforçou esta sexta-feira que está contente com a mudança para a Arábia Saudita (onde joga no Al Nassr) e que foi um exemplo para a chegada de mais jogadores, treinadores, dirigentes e outros profissionais estrangeiros ao país.

«Bem, eu pensei que seria uma boa mudança para mim. Por que não dar oportunidade a outros países com o meu futebol, com a minha paixão e para mudar mentalidades? E eu sou capaz de fazer isso. Não estou a ser arrogante, mas disse isso há um ano. As coisas mudam, o mundo muda, o futebol muda, as regras mudam. Tudo muda. Penso que a minha mudança foi uma boa mudança, sinto-me feliz. Muitos jogadores, treinadores e dirigentes mudaram-se para lá. Mesmo nutricionistas! Os sauditas estão num processo, vai demorar, mas na vida, como se diz, é passo a passo até ao mais alto nível. Eu acredito que vão estar no top-3 ou 4 do mundo. Mas passo a passo, penso que vamos chegar lá», afirmou Ronaldo, na cerimónia dos Globe Soccer Awards, no Dubai, respondendo sobre como vê o atual nível da liga saudita, colocando-a acima da liga francesa.

«O nível neste momento, para ser honesto... penso que a liga saudita não é pior do que a liga francesa, na minha opinião. Na liga francesa, penso que há duas ou três equipas de bom nível, mas na Arábia Saudita não: penso que é mais competitiva e podem dizer o que quiserem, é só a minha opinião. Já joguei lá [Arábia Saudita] um ano e sei do que falo, mas penso que neste momento somos melhores do que a liga francesa», prosseguiu, falando também de qual é a chave para fazer evoluir a competição no país.

«A chave... há muitos fatores para melhorar a liga. Como disse antes, eles têm muitas coisas a melhorar, mas com pessoas poderosas por detrás, a ajudar a mudar um pouco a cultura do futebol e os maus hábitos, penso que vamos chegar a um ponto em que as pessoas na Arábia Saudita vão estar orgulhosas. Merecem oportunidades», rematou.

Relacionados

Ronaldo

Mais Ronaldo

Mais Lidas

Patrocinados