Agredia e ameaçava a companheira. Homem detido por violência doméstica na Batalha

Agência Lusa , MSM
19 abr, 12:38
“Só ele chegar ao pé de mim era aterrorizador”. Atos de violência doméstica praticados em contexto familiar e de intimidade

GNR reitera que a violência doméstica é um crime público e denunciar é uma responsabilidade coletiva

Um homem de 31 anos foi detido, na terça-feira, pelo Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE), suspeito de agredir a companheira, na Batalha, distrito de Leiria, anunciou esta sexta-feira a GNR de Leiria.

Segundo uma nota de imprensa do Comando Territorial de Leiria da GNR, no âmbito de uma investigação por violência doméstica, os "militares da Guarda realizaram diligências policiais que permitiram apurar que o agressor infligiu, de forma reiterada, violência física, psicológica e ameaças sobre a vítima", de 39 anos.

Os militares deram cumprimento a um mandado de detenção, que culminou na detenção do suspeito.

O detido foi presente no Tribunal Judicial da Leiria, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de afastamento e proibição de contacto por qualquer meio com a vítima, informa ainda a GNR.

Aquela força policial reitera que a violência doméstica é um crime público e denunciar é uma responsabilidade coletiva.

Relacionados

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados