Surto com cerca de 30 casos leva ao cancelamento das aulas presenciais na Escola Superior de Educação de Coimbra

CNN
26 nov 2021, 17:13
Covid-19
Covid-19

Todas as aulas das licenciaturas, mestrados e pós-graduações vão passar para o regime online ou à distância entre os dias 29 de novembro e 18 de dezembro

PUB

Um surto de covid-19 entre os alunos da Escola Superior de Educação de Coimbra (ESEC) levou ao cancelamento de todas as aulas presenciais até às férias do Natal, 18 de dezembro.

No despacho do presidente da ESEC, Rui Antunes, a que a CNN Portugal teve acesso, a decisão é fundamentada com “o aumento de casos positivos registados “ na comunidade educativa, “o elevado número de turmas que já está em isolamento profilático e a ter aulas à distância” e a “impossibilidade prática de garantir o distanciamento social na maior parte das salas de aula”. Para justificar estas medidas, o presidente da escola invoca as medidas de prevenção anunciadas quinta-feira pelo primeiro-ministro.

PUB

A CNN Portugal sabe que o surto registado nesta escola superior apontava para 29 casos ativos na passada quarta-feira. A maioria dos infetados são estudantes, mas há também alguns professores com covid-19 e outros em isolamento. Não há nenhum caso entre funcionários.

Antes desta decisão a ESEC já tinha enviado para casa várias turmas devido ao surto. Assim, professores e alunos das 10 licenciaturas, 13 mestrados e 4 pós-graduações passarão a ter aulas em casa.

PUB
PUB
PUB

Os serviços da ESEC mantêm o seu funcionamento em regime presencial e nos horários já definidos.

Quanto ao Instituto politécnico de Coimbra, que abarca 6 escolas superiores, incluindo a ESEC,, regista 71 casos 71 casos ativos entre alunos, professores e funcionários

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Educação

Mais Educação

Patrocinados