Dois navios de carga colidem no Mar Báltico

13 dez 2021, 11:52

Suécia abriu investigação preliminar por “negligência” e “embriaguez agravada”

PUB

A colisão entre dois navios de carga está a obrigar a uma operação de resgate no mar Báltico, na costa sueca.

As autoridades marítimas acreditam que pelo menos duas pessoas caíram à água após a colisão, durante a madrugada desta segunda-feira, de acordo com a administração marítima sueca.

PUB

A informação, avançada pela BBC, dá conta de que o navio capotado, Karin Hoej, está registado na Dinamarca. Já o outro, Scot Carrier, tem bandeira britânica. Os desaparecidos eram as únicas pessoas a bordo do Karin Hoej.

A água do mar Báltico situa-se nos 4 graus Celsius e o ar nos 5 graus.

Para o local foram enviadas equipas de mergulhadores, assim como dois helicópteros e vários barcos da Suécia e Dinamarca.

A causa da colisão entre os dois barcos ainda não é clara. O Karin Hoej deslocava-se para Nykobing Falster, no sul da Dinamarca, após deixar a cidade de Sodertaje, perto de Estocolmo, na Suécia, no sábado.

O navio não transportava qualquer tipo de carga no momento do embate.

Já o Scot Carrier estava a caminho da costa leste da Escócia. Ainda não foi possível apurar qual a carga que transportava ou quantas pessoas se encontravam a bordo.

PUB
PUB
PUB

"Negligência" e "embriaguez agravada"

A Suécia abriu esta segunda-feira uma investigação preliminar por “negligência” e “embriaguez agravada” depois de um cargueiro britânico ter colidido durante a madrugada com um pequeno cargueiro dinamarquês, acidente que provocou um morto e dois desaparecidos.

A investigação preliminar por “negligência agravada no mar” foi confiada a um procurador sueco de manhã e foi alargada, à tarde, a outras suspeitas, incluindo a de uma pilotagem em estado de embriaguez, não sendo claro sobre qual dos dois comandantes.

“A guarda costeira está atualmente a levar a cabo uma série de medidas de investigação. Surgiram outras suspeitas criminais, em particular de embriaguez agravada”, declarou o chefe da investigação da Guarda Costeira sueca, Jonatan Tholin, que adiantou que “várias pessoas” foram presas, mas sem especificar quem.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados