«Vejo com dificuldades que o FC Porto possa discutir o resultado na Luz»

5 abr 2023, 09:47
Benfica-FC Porto (Lusa)

José Alberto Costa, avançado dos dragões nas décadas de 70 e 80, não vê o FC Porto com a pujança de outros anos

O FC Porto vai entrar no clássico com o Benfica no Estádio da Luz a dez pontos das águias, que lideram confortavelmente o campeonato a oito jornadas do fim.

José Alberto Costa, antigo avançado que representou os dragões entre 1978 e 1985, considera que a equipa de Sérgio Conceição não exibe a mesma saúde de outros anos e duvida mesmo que possa sair de Lisboa com os três pontos.

«Vejo com alguma dificuldade que o FC Porto possa discutir o resultado na Luz como em anos anteriores. Vai ter necessariamente de ser feliz nas suas escolhas e, depois, apelar ao brio coletivo, pois vai numa situação de dupla desvantagem. Mesmo que ganhe, o FC Porto sabe que o título está praticamente perdido. Por outro lado, o segundo lugar ficará em risco caso perca», alertou ainda em declarações à agência Lusa.

«O Benfica é bastante favorito, não só pelos dez pontos de diferença, mas também por já estarmos numa fase em que esse desnível tem maior peso, além da forma apresentada por cada equipa neste momento. Em termos gerais, o Benfica está exuberante nas suas exibições, tem o melhor ataque e defesa da prova e quase todos os atletas disponíveis. Isso dá-lhes um conforto que merece sempre atenção e o fator casa tem peso», apontou.

José Alberto Costa lembrou ainda as baixas dos azuis e brancos nos últimos tempos, que podem pesar no clássico, e considerou mesmo que Conceição não tem à disposição as mesmas ferramentas de Schmidt. «O FC Porto tem andado algo titubeante e sofreu com lesões que fazem com que alguns nomes fundamentais possam não estar disponíveis ou a sua forma atingida no passado ainda não esteja totalmente alcançada no presente. A possibilidade de utilização do seu plantel é bastante mais limitada em relação ao Benfica. (...) Logicamente, o nível dos suplentes não é o mesmo e é um dos problemas do plantel do FC Porto», reconheceu antes de deixar elogios ao timoneiro dos azuis e brancos.

«Toda a gente deve ter a perfeita consciência de que, se não fosse a argúcia e as descobertas do Sérgio Conceição no seu processo de treino ao longo destes anos, os problemas ainda eram mais evidentes e tinham sido maiores no passado. São assuntos que o clube terá de resolver no futuro, seja qual for o resultado deste clássico», vincou.

Para o antigo futebolista, o empate no clássico até pode representar um mal menor para o FC Porto nas contas da luta pelo segundo lugar, que manterá com esse resultado.

Relacionados

Benfica

Mais Benfica

Mais Lidas

Patrocinados