"Com a ajuda de Deus", Carlos III quer seguir o "exemplo altruísta" da mãe: o 1.º discurso no Parlamento durou três minutos

Rafaela Laja , EM ATUALIZAÇÃO
12 set, 11:41

No breve discurso, o monarca aproveitou para citar Shakespeare

Carlos III discursou esta segunda-feira pela primeira vez como rei no parlamento britânico. O monarca deslocou-se a Westminster Hall, em Londres, para receber as condolências pela morte de Isabel III, elogiando-a e prometendo seguir o seu exemplo de "dever altruísta".

Citando Shakespeare, Carlos III afirmou que a rainha era "um padrão para todos os príncipes vivos" e enalteceu a "memória da notável extensão do serviço dedicado da Rainha às suas nações e povos".

"A sua falecida Majestade comprometeu-se a servir o seu país e o seu povo e a manter os preciosos princípios do governo constitucional que estão no coração da nossa nação. Ela deu um exemplo de dever altruísta que, com a ajuda de Deus e o seu conselho, estou decidido a seguir fielmente", prometeu.

Dirigindo-se diretamente aos parlamentares, o Rei considerou o parlamento como “o instrumento vivo e pulsante" da democracia britânica e um lembrete dos antecessores medievais do cargo para o qual foi chamado:

"Diante de vocês hoje, não posso deixar de sentir o peso da história que nos rodeia e que nos lembra as vitais tradições parlamentares às quais os membros de ambas as casas se dedicam com tanto empenho pessoal para o bem de todos nós", afirmou Carlos III.

Europa

Mais Europa

Patrocinados