Chicotadas na Liga: Jorge Jesus é o nono treinador a sair

28 dez 2021, 15:05
Jorge Jesus no Benfica-Sporting (Lusa)
Jorge Jesus no Benfica-Sporting (Lusa)

Benfica rescindiu com o técnico esta terça-feira e juntou-se à «dança» nos bancos

PUB

O anúncio da saída de Jorge Jesus do comando técnico do Benfica confirma a nona mudança de treinador na Liga esta época. 

A «dança» nos bancos começou apenas à oitava jornada, situação que não se verificava há quase 20 anos, quando Petit deixou o Belenenses e foi substituído por Filipe Cândido.

PUB

Três jornadas depois, Júlio Velázquez foi rendido por Vasco Seabra no comando técnico do Marítimo, depois de ter conquistado apenas uma vitória nesse período.

Na 12.ª jornada, João Pedro Sousa saiu em acordo com o Boavista face a uma proposta financeiramente mais vantajosa do Al-Raed, da Arábia Saudita.

João Henriques, logo no início de dezembro, deixou o Moreirense no 16.º lugar da Liga, com apenas uma vitória. 

Também Jorge Simão abandonou o Paços de Ferreira, ao fim de seis triunfos em 23 jogos.

Nuno Campos deixou o Santa Clara após nove jogos. O técnico tinha chegado aos Açores para substituir Daniel Ramos (na oitava jornada), que pediu para sair do clube para assumir o comando dos sauditas do Al Faisaly.

PUB
PUB
PUB

O último treinador a ser afastado tinha sido Ivo Vieira, há cerca de uma semana, quando deixou o Famalicão, após duas vitórias em 15 jornadas.

TODAS AS MUDANÇAS DE TREINADORES NA LIGA:

8ª jornada: Daniel Ramos e entra Nuno Campos (Santa Clara)

8ª jornada: Petit por Filipe Cândido (Belenenses)

11ª jornada: Julio Velázquez por Vasco Seabra (Marítimo) 

12ª jornada: João Pedro Sousa por Petit (Boavista)

12ª jornada: João Henriques por Lito Vidigal (Moreirense)

14ª jornada: Jorge Simão por César Peixoto (P. Ferreira)

14ª jornada: Nuno Campos por Tiago Sousa * (Santa Clara)

15ª jornada: Ivo Vieira por Rui Pedro Silva (Famalicão)

15.ª jornada: Jorge Jesus por Nélson Veríssimo (Benfica)

* treinador interino

 

Vídeo: Uma história que começa com uma mala, que prossegue com um 6-1 em que a equipa devia ter jogado mal e que acaba com aquele abraço: a segunda vinda de Jesus

 

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Benfica

Mais Benfica

Patrocinados