Saiba tudo sobre o Euro aqui

Luís Freire: «É bom ter registos que se tornam possibilidade de recorde»

26 abr, 15:44
Rio Ave-Sp. Braga (MANUEL FERNANDO ARAUJO/LUSA)

Rio Ave pode igualar as melhores séries de invencibilidade do clube na Liga caso não perca com o Vizela neste sábado. Técnico dos vilacondenses diz que isso é bom, mas que o mais importante é a equipa continuar a trabalhar como tem feito até aqui

Apesar de ainda não ter a permanência na Liga assegurada, o Rio Ave atravessa uma boa fase, como comprovam os oitos jogos seguidos sem perder.

Neste sábado, a equipa de Luís Freire defronta fora o «lanterna vermelha» Vizela, podendo igualar um recorde de invencibilidade dos vilacondenses no principal escalão: nove jogos, registo apenas alcançado pelo malogrado Félix Mourinho, pai de José Mourinho, e por Carlos Carvalhal.

«É bom ter registos que se tornam possibilidade de recorde. Mas, sinceramente, é mais o foco nos nossos comportamentos. Só continuando a trabalhar como estamos, teremos mais hipóteses de vencer e pontuar. Se isso nos der recordes, ainda melhor», projetou o treinador do Rio Ave na antevisão ao encontro da jornada 31.

Sobre o Vizela, Luís Freire deixou elogios ao conjunto minhoto, apesar do lugar que ocupa na tabela. «Vejo um Vizela como uma equipa com um futebol positivo, que tem momentos em que joga bem, e outros em que comete erros que lhe têm custado caro. Sinto que é um trabalho de qualidade, mas afetado por alguns erros. Vem de uma derrota por 2-1 em Braga, onde mostrou ser competitivo. De certeza que vai dar tudo para conseguir os resultados de que precisa», apontou.

«Sinto que os nossos jogadores são muito sérios, não dão espaço para ter medo do adversário ou encará-lo com relaxamento. O nosso objetivo ainda não está atingido, e temos de encarar todos os jogos como uma oportunidade», avisou ainda.

Para o jogo deste sábado a partir das 15h30, o Rio Ave já poderá contar com Josué Sá, Renato Pantalon e Amine, que já treinaram sem limitações.

Patrocinados