Afundou-se e não vai ser resgatado: breve obituário do Jumbo Floating Restaurant (1976-2022)

21 jun, 19:44

Era uma das embarcações mais populares da Ásia. A rainha Isabel II comeu lá

Provavelmente já o viu em algum filme ou fotografia: um restaurante que é um barco, com uma decoração chinesa distinta, cerca de 80 metros e três andares. Chamava-se Jumbo Floating Restaurant e era um dos restaurantes mais conhecidos de Hong Kong, com capacidade para duas mil pessoas. Virou no Mar da China Meridional ao passar pelas Ilhas Paracel.

Durante os 46 anos da sua existência, o restaurante localizou-se no porto de Aberdeen. No entanto, quando pela primeira vez tentou mudar de localização, para um sítio não revelado, acabou por capotar ao encontrar condições climatéricas adversas, afundando-se com ele uma história de glória e sucesso.

Isto porque o restaurante, que dava nas vistas pelas decorações e servia pratos de peixe e marisco, fez parte de vários filmes ao longo dos anos. Um deles foi “The Protector", protagonizado por Jackie Chan, e “Internal Affairs II”, de Andrew Lau e Alan Mak. Recebeu também a visita de figuras ilustres, como a rainha Isabel II e Tom Cruise.

Em comunicado citado pelo The Guardian, a Aberdeen Restaurant Enterprises afirmou que “a profundidade da água no local é superior a 1.000 metros, tornando extremamente difícil realizar trabalhos de resgate”, esclarecendo que nenhum membro da tripulação ficou ferido. A empresa declarou também que a embarcação tinha sido inspecionada antes da partida e que estava tudo em condições para a viagem.

Devido à pandemia, o restaurante contraiu uma dívida de cerca de 11.6 milhões de euros e durante algum tempo não teve as manutenções do barco em dia, o que causou o afundamento, no início de junho, de uma barcaça de 30 metros que servia de cozinha.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados