PSP faz 20 buscas em operação especial no Bairro do Zambujal, em Alfragide

CNN Portugal , AM/WL, Notícia atualizada às 15:35
28 dez 2022, 15:35
Polícia - Lisboa (arquivo)

Operação teve início às 5:00 e visa a prevenção criminal e a deteção de armas ilegais. PSP deteve três pessoas e apreendeu 23 armas

A Divisão da PSP da Amadora levou a cabo, desde as 5:00 desta quarta-feira, uma operação especial de prevenção criminal no Bairro do Zambujal, em Alfragide.

Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa informou que esta operação inclui a "realização de 20 buscas domiciliárias, com vista à deteção de armas ilegais, à prevenção da prática de crimes cometidos com recurso a armas de fogo ou a sua utilização indevida, em particular em épocas festivas, e aumentar o sentimento subjetivo de segurança da população". 

Nesta operação estiveram envolvidas diversas valências da PSP, desde a Investigação Criminal, Intervenção Rápida e a Unidade Especial de Policial, através do Grupo Cinotécnico e do Corpo de Intervenção. 

A PSP deteve três pessoas e apreendeu 23 armas durante esta operação especial no Bairro do Zambujal. Segundo a força policial, os suspeitos detidos estavam “identificados após um longo trabalho de investigação criminal".

Durante a operação foram apreendidas quatro espingardas, cinco reproduções de arma de fogo, quatro revolveres, dez pistolas e mais de 600 munições (de calibre 22 e 12mm).

Na nota, a PSP avançou ainda que participaram na operação “mais de uma centena de polícias” das valências de investigação criminal, de ordem pública e ainda da Unidade Especial de Polícia.

A corporação explicou também que, “enquanto entidade competente para o licenciamento, fiscalização e controlo de armas” em Portugal, procura com este tipo de operações “verificar as condições de uso e porte de armas de fogo, bem como proceder à apreensão de armas ilegais ou utilizadas fora do contexto para o qual as respetivas licenças foram emitidas”.

No comunicado, a PSP apelou ainda para que, com o aproximar de mais um final de ano, os “detentores de armas de fogo respeitem a legislação em vigor, abstendo-se de as usar fora dos contextos definidos, evitando colocar em risco a vida e integridade física dos próprios ou de terceiros”.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados