Al Hilal de Jesus e Rúben Neves resiste com dez e está na final da Taça

30 abr, 21:22
Al Ittihad-Al Hilal (twitter Al Hilal)

Triunfo da equipa do técnico português frente ao Al Ittihad, de Jota, e a certeza de que haverá final 100 por portuguesa ao nível dos treinadores

O Al Hilal, de Jorge Jesus, qualificou-se esta terça-feira para a final da Taça da Arábia Saudita, ao vencer nas meias-finais o Al Ittihad, por 2-1.

A equipa do técnico português jogou mais de uma parte reduzido a dez unidades, permitiu o empate, mas conseguiu resistir e ir até em busca do triunfo, que chegou nos últimos minutos.

O Al Nassr abriu depois o marcador aos 25 minutos, com um grande golo de Michael, e ficou confortável na partida. Seguro na defesa e perigoso no ataque – Malcom fez o 2-0, mas o lance também foi invalidado.

Só que tudo mudou em cima do intervalo. Milinkovic-Savic foi expulso depois de uma entrada dura e deixou o conjunto orientado por Jesus reduzido a dez unidades.

FILME E FICHA DE JOGO.

Em superioridade numérica, o Al Ittihad subiu as linhas e, naturalmente, pressionou em busca do empate, e conseguiu-o: Hamed Allah surgiu solto ao segundo poste e fez o 1-1 aos 68 minutos.

Jota já estava em campo do lado da equipa de Marcelo Gallardo, que continuou a pressionar o rival. Bono e alguma ineficácia foram impedindo o 2-1, e já se sabe: quem não marca, sofre.

Aos 81 minutos, num contra-ataque desenhado de forma perfeita, Malcom serviu Abdulhamid e o lateral finalizou de primeira para o 2-1.

Bono ainda teve de brilhar, mas o Al Hilal fechou mesmo a baliza a sete chaves e segurou a vantagem conseguida já dentro dos últimos dez minutos: está na final da Taça.

Uma final da Taça que será disputado a 100 por cento entre treinadores portugueses, já que a outra meia-final, agendada para quarta-feira, joga-se entre o Al Nassr, de Luís Castro (e Cristiano Ronaldo e Otávio) e o Al Khaleej, de Pedro Emanuel.

Relacionados

Patrocinados