Restos mortais encontrados numa mala em Almancil pertencem a uma mulher desaparecida desde junho

Agência Lusa , FMC
11 ago, 12:59
Polícia (Getty Images)

Sandra Andrade era condutora de um veículo de transporte de passageiros

Os restos mortais encontrados numa mala em Almancil pertencem a uma mulher de 49 anos, residente em Quarteira, que estava desaparecida desde o final de junho, disse esta quinta-feira à Lusa fonte policial.

"Todos os indícios recolhidos até ao momento apontam para que o cadáver pertença a essa pessoa que estava desaparecida", disse a mesma fonte, adiantando que a família da vítima já foi informada.

As autoridades estão ainda a realizar perícias para certificar de forma definitiva a identidade da vítima e determinar as circunstâncias da morte, acrescentou a mesma fonte.

O corpo foi encontrado numa zona de mato pouco acessível, em Almancil, no concelho de Loulé (Faro), depois de um popular que fazia trabalhos no campo ter dado o alerta, na segunda-feira, devido ao mau cheiro que se fazia sentir no local.

Sandra Andrade era condutora de um veículo de transporte de passageiros e estava desaparecida desde finais de junho, depois de ter saído para realizar um serviço.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados