Bloco de partos do Hospital de Portimão encerrado até segunda-feira

Agência Lusa , FMC
21 jul, 16:04
Grávida [Arquivo]

Até às 09:00 de segunda-feira, a resposta assistencial às grávidas com mais de 22 semanas de gestação “é garantida na Unidade Hospitalar de Faro pela equipa de especialistas, a qual será reforçada com médicos da unidade de Portimão”

O bloco de partos do Hospital de Portimão está encerrado até às 09:00 de segunda-feira, pelo que as grávidas com mais de 22 semanas de gestação terão de ser encaminhadas para o Hospital de Faro, informou o Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA).

“Tendo em conta a já conhecida carência de médicos pediatras para assegurar as escalas de urgência, nomeadamente, no bloco de partos e urgência pediátrica, o bloco de partos da Unidade de Portimão vai encerrar no período entre as 09:00 do dia 21 [hoje] e as 09:00 do dia 25 [segunda-feira]”, indicou o CHUA em nota enviada à Lusa.

Contudo, a administração do centro hospitalar, que integra os hospitais de Faro, Portimão e Lagos, no distrito de Faro, adiantou que “está a ser reorganizada uma resposta assistencial coordenada entre as duas unidades, [Portimão e Faro]”.

A medida, adianta a administração do CHUA, garantirá, assim, “a segurança dos serviços prestados a nível regional”.

Assim, até às 09:00 de segunda-feira, a resposta assistencial às grávidas com mais de 22 semanas de gestação “é garantida na Unidade Hospitalar de Faro pela equipa de especialistas, a qual será reforçada com médicos da unidade de Portimão”.

A administração do Centro Hospitalar do Algarve assinala que as urgências de Ginecologia e de Obstetrícia “continuam a funcionar normalmente” nas unidades de Portimão e Faro para grávidas até às 22 semanas de gestação.

O CHUA garante, ainda que a Urgência de Pediatria será assegurada na região, com médicos pediatras na unidade de Faro e clínicos gerais “com vasta experiência em Pediatria na unidade de Portimão”.

“Todas as situações que clinicamente exijam uma avaliação por pediatra serão devidamente encaminhadas”, conclui a nota.

Desde junho, o bloco de partos de Portimão já esteve encerrado por diversas vezes, devido a dificuldades em assegurar as escalas de Pediatria, sobretudo aos fins de semana.

Relacionados

Saúde

Mais Saúde

Patrocinados