Atividade espacial leva a queda de 11% no lucro da Airbus em 2023

Agência Lusa , AM
15 fev, 07:18
Airbus (AP Photo/Manuel Blondeau)

Lucro operacional da área espacial e de defesa, que representa cerca de dois mil milhões de euros de faturação, caiu 40%, para 229 milhões de euros

O lucro líquido da Airbus caiu 11% em 2023, para 3,8 mil milhões de euros, em parte devido ao aumento das despesas na atividade espacial, anunciou a fabricante europeia de aviões.

A Airbus estabeleceu um encargo de 600 milhões de euros para o negócio espacial devido à revisão em alta do orçamento de vários programas, indicou, em comunicado.

O lucro operacional da área espacial e de defesa, que representa cerca de dois mil milhões de euros de faturação, caiu 40%, para 229 milhões de euros.

Além disso, a empresa registou um ajustamento nas contas no valor de 1,24 mil milhões de euros, explicada em parte por um desfasamento entre as datas das transações e as entregas efetivas de aeronaves.

A Airbus entregou 735 aeronaves aos clientes, mais 74 do que em 2022, apesar de persistentes dificuldades na cadeia de fornecedores, e disse que prevê entregar “cerca de 800” em 2024, o mesmo número entregue em 2018, antes do início da pandemia da covid-19.

A fabricante terminou o ano passado com uma carteira de encomendas de quase 2.100 aeronaves, comparado com 820 no final de 2022.

"Em 2023, todas as nossas atividades registaram uma entrada significativa de encomendas”, saudou o presidente executivo da Airbus, Guillaume Faury, citado num comunicado de imprensa.

As receitas da Airbus aumentaram 11% em 2023 para 65,4 mil milhões de euros. A divisão de aeronaves comerciais, com crescimento de 15%, representou quase três quartos das receitas e 78% do lucro operacional.

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados