Nove feridos após incêndio no motor de avião da Air China em Singapura

Agência Lusa , DCT
11 set 2023, 07:11
Air China (Getty Images)

O piloto declarou a emergência após ter detetado fumo no porão de carga dianteiro e num lavatório.

Nove passageiros ficaram feridos depois de um incêndio no motor de um avião da Air China, no domingo, ter lançado fumo para a cabina do aparelho, que aterrou em Singapura, de acordo com o aeroporto da cidade-estado.

O Airbus A320, com 146 passageiros e nove tripulantes, fez uma aterragem de emergência por volta das 16:15 de domingo (09:15 em Lisboa), informou o Aeroporto de Changi numa declaração na rede social Facebook.

O voo tinha partido de Chengdu, capital da província chinesa de Sichuan.

Nove pessoas sofreram ferimentos ligeiros relacionados com a inalação de fumo e escoriações durante a evacuação do aparelho, segundo a mesma nota.

O piloto declarou a emergência após ter detetado fumo no porão de carga dianteiro e num lavatório.

O fumo ofuscou as luzes do avião e as assistentes de bordo pediram aos passageiros para manterem a calma e permanecerem sentados, depois de alguns se terem levantado, notou um passageiro a meios de comunicação chineses.

O incêndio no motor esquerdo foi extinto após a aterragem do avião, de acordo com a imprensa chinesa.

Uma investigação preliminar indicou que a causa foi uma falha mecânica no motor, informou a Air China num comunicado publicado hoje nas redes sociais.

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados