Dois detidos por ameaça e agressão a agente imobiliário em Lisboa

19 jan, 10:22
Polícia. Foto: AP

Na origem do crime estaria a recusa/impedimento de um financiamento bancário, para a compra de um imóvel

Dois homens, de 39 e 48 anos, foram detidos, na manhã desta quarta-feira, pela Polícia de Segurança Pública (PSP), por serem suspeitos num caso de ameaça e ofensas à integridade física, que ocorreu em dezembro passado.

Segundo apurou a TVI/CNN Portugal, os dois homens terão agredido um agente imobiliário, na zona de Alvalade. Na origem do crime estaria a recusa/impedimento de um financiamento bancário, para a compra de um imóvel.

Em comunicado, as autoridades revelaram que “a dupla, liderada pelo homem de 48 anos, que tem um vasto currículo de crimes violentos” abordou “um outro homem seu conhecido, exigindo-lhe que adquirisse crédito bancário em seu nome”.

A vítima resistiu e acabou por ser alvo de agressões, que levaram à sua hospitalização, uma vez que apresentava “lesões graves, que poderão tornar-se permanentes”.

Um dos suspeitos é irmão do fadista José Luís Almeida - mais conhecido como “Pintarolas” - que foi assassinado a tiro à porta de casa, em Chelas, em maio do ano passado, sabe a TVI/CNN Portugal.

A detenção surgiu na sequência do cumprimento de dois mandados de detenção e buscas, em Loures e Marvila, que “resultaram na apreensão de 4.500 euros em numerário e duas réplicas de armas de fogo”.

A operação decorreu ao início da manhã e contou com dezenas de agentes da PSP de várias valências, incluindo a Divisão de Investigação Criminal.

Os detidos vão ser presentes a tribunal para ficarem a conhecer as medidas de coação. São acusados de “crimes contra a integridade física qualificada, roubo, coação e posse de armas de fogo ilegais”.

(artigo atualizado)

 

País

Mais País

Mais Lidas

Patrocinados