Youth League: Sporting afasta Dínamo Kiev e marca encontro com o Benfica

7 abr, 15:16

No primeiro jogo de uma equipa ucraniana desde o início da guerra, os leões foram melhores e apuraram-se pela primeira vez para os quartos de final da competição

Não há maior respeito pelo adversário do que jogar nos limites e o melhor que se sabe.

Durante 90 minutos os jogadores do Dínamo Kiev voltaram a desfrutar de um jogo de futebol num relvado, esse lugar onde moram, certamente, muitos dos seus sonhos. Por momentos, a guerra, os massacres ou a destruição não foram o seu foco principal no primeiro jogo oficial de uma equipa ucraniana desde o início do conflito.

O Sporting respeitou a dor do adversário antes do apito final. Orgulhosamente, os 11 jovens atletas do Dínamo Kiev entraram em campo com a bandeira da Ucrânia pelos ombros. Os leões, por seu turno, exibiram uma camisola com um apelo à paz. Juntas, as duas equipas mostraram uma foto que vai ficar para a história.

Contra um adversário que se começou a preparar para este encontro em finais de março devido à invasão russa, o Sporting não facilitou e mostrou por que razão tem apenas uma derrota nesta edição da Youth League. Os verde e brancos precisaram de dois minutos para abrir o marcador num pontapé fortíssimo de Diogo Cabral.
 

Em vantagem no marcador, o domínio do Sporting na primeira parte foi quase absoluto. O Dínamo apenas ameaçou a baliza contrária em duas ocasiões e ambas de livre direto por Voloshyn e a Diallo.

O conjunto de Filipe Pedro usava e abusava do entendimento entre Gonçalo Esteves, Diogo Cabral e Mateus Fernandes para criar perigo. O médio esteve, de resto, em excelente plano. Assistiu Diogo Cabral para o 1-0, deixou Rodrigo Ribeiro na cara de Neshcheret e ofereceu o golo a Menino - pontapé saiu ao lado.

Entre as oportunidades de Ribeiro e Menino, o Sporting chegou ao 2-0. O lance começa numa arrancada de Essugo que libertou para Diogo Cabral. O talento e a capacidade de finalização do extremo fizeram o resto. 
 

 

O jogo parecia fechado. No entanto, o Dínamo Kiev não desistiu e foi à procura de virar a eliminatória do avesso. Logo no arranque do segundo tempo, Voloshyn foi carregado em falta por Rafael Fernandes na área e o árbitro apitou penálti. Brazhko fez o 2-1 e deu asas ao sonho ucraniano.

 


O Sporting caiu muito em comparação com o primeiro tempo e não se livrou de alguns sustos, mas a falta de acerto do oponente permitiu-lhe conservar o 2-1. A verdade é que mesmo em quebra de produção, os leões poderiam ter chegado ao 3-1, mas a trave negou o hat-trick a Diogo Cabral.

Pela primeira vez na sua história, o Sporting está entre as oito melhores equipas da Youth League. Segue-se o dérbi com o Benfica, em Alcochete. 

 

 

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Sporting

Mais Sporting

Patrocinados