"Todos os dias observamos entre 100 e 110 doentes em Bakhmut": médicos voluntários prestam cuidados à população que ainda resta na cidade

Jornalista na secção de Internacional da TVI desde Novembro de 2012. Trabalhou na tvi24.pt e na editoria Newsdesk da estação desde a abertura do canal. Esteve no jornal electrónico Portugal Diário de 2006 a 2009, depois de dois anos e meio no jornal Público, onde estagiou e foi jornalista nas secções Público.pt e Desporto. Em 2008, ganhou o primeiro prémio em Videojornalismo do Observatório de Ciberjornalismo da Universidade do Porto, com o repórter de imagem Paulo Sampaio. Frequentou o curso de Teologia na Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa, entre 1996 e 1999. Em 2004, licenciou-se na mesma universidade em Comunicação Social e Cultural.



16 jan, 21:52

Bakhmut tem sido um dos principais alvos russos dos últimos meses de guerra. A população que ainda reside na cidade sobrevive com a ajuda de voluntários que chegam de fora.

Entre eles, estão médicos de uma organização não-governamental, que presta cuidados aos habitantes, enquanto as bombas vão caíndo sobre Bakhmut.

Europa

Mais Europa

Mais Vistos

Patrocinados