"Rússia quer transformar Kherson numa cidade da morte". Ucrânia avança, mas não confirma retirada de militares invasores

Jornalista TVI e TVI24.
10 nov, 22:59

Um dia depois do anúncio de Moscovo, a Ucrânia não confirma a retirada russa de Kherson e da parte norte da província com o mesmo nome. Um conselheiro do presidente Zelensky diz que os russos querem transformar Kherson numa cidade da morte, deixando minados muitos edifícios. A postura cautelosa de Kiev não impede a investida das suas forças nesta frente sul, com um avanço de sete quilómetros em 24 horas.  

Europa

Mais Europa

Patrocinados