"Europeias correram mal e André Ventura está numa posição absolutamente inaceitável de lançar ameaças ao Parlamento" - entrevista a Rui Rocha

2 jul, 22:59

Em entrevista à CNN Portugal, esta terça-feira, Rui Rocha, presidente da Iniciativa Liberal, considerou uma "enorme hipocrisia" a posição do PS relativamente às negociações do Governo com as forças de segurança, uma vez que foi o anterior Executivo que "aumentou à socapa determinadas forças policiais" e causou a situação atual de injustiça.

Mas, apesar de considerar que "a primeira responsabilidade é do PS", Rui Rocha acusa também o Chega de "irresponsabilidade", na sequência do que diz ser uma "tentativa inaceitável de pressão da Assembleia da República, quase uma incitação de que haja pressão" sobre os deputados para decidir a favor das polícias, quando os deputados "têm o direito a decidir em liberdade e não por ameaças e incitamento", depois de André Ventura ter apelado à mobilização das polícias dentro e fora do Parlamento na quinta-feira, no dia em que serão votadas várias propostas do Chega nesta matéria.

Rui Rocha sublinha que "não é por acaso" que representantes das próprias polícias vieram a público dizer "que quem deve convocar manifestações são as estruturas policiais".

Para o presidente da Iniciativa Liberal é importante também sublinhar que "não podemos entrar num momento em que se passa a imaginar que é possível dar tudo a todos". "Também gostaríamos que todos ganhassem mais, mas tudo o que damos temos de ir buscar a algum lado", aponta.

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados