Taça: V. Guimarães-FC Porto, 0-1 (destaques dos dragões)

Bruno José Ferreira , Estádio D. Afonso Henriques
3 abr, 22:28
Taça: V. Guimarães-FC Porto (HUGO DELGADO/LUSA)

Nico González traçou o primeiro rabisco da rota

A FIGURA: Nico González

O jogo estava embrulhado, muito quezilento e com demasiadas paragens. Não estava fácil encontrar um rumo, sendo o médio espanhol a traçar o primeiro rabisco da rota para o Jamor. Soube ser combativo quando o jogo assim exigiu, não virando a cara à luta. Quando teve espaço fez a diferença ao tirar o cruzamento certeiro para o único golo do jogo. Mostrou capacidade de combate e clarividência para distribuir com critério.

O MOMENTO: golo de Pepê (52’)

Nico González deambulava pelas imediações da área em busca de soluções, encontrando Pepê a fugir à marcação entre os centrais. O médio espanhol traçou o cruzamento com as medidas certas, fica mal na fotografia a defesa do Vitória, e Pepê cabeceia solto de marcação. Bruno Varela fica ainda pior na fotografia, deixando o cabeceamento escapar para o fundo das redes.

OUTROS DESTAQUES

Gonçalo Borges

Num conjunto azul e branco pouco criativo, o extremo – uma das novidades no onze atuando no lugar do castigado Francisco Conceição – foi dos elementos mais mexidos no ataque, essencialmente na primeira metade, aproveitando a profundidade para deixar Mangas para trás. Rematou com perigo num dos últimos lances da primeira parte, obrigando Bruno Varela a fazer uma defesa apertada.

Pepê

Numa prestação que até nem esteve propriamente brilhante, o médio brasileiro acabou por ser decisivo. Fez, de cabeça, o sexto golo da temporada, colocando os dragões em vantagem a meio da eliminatória que vale a passagem à final da Taça de Portugal. Mérito pela forma como se movimentou para aparecer sozinho entre os defesas.

Pepe e Otávio

O Vitória não ofereceu propriamente muitas dores de cabeça, mas ainda assim a dupla de centrais do FC Porto esteve irrepreensível no Estádio D. Afonso Henriques. Jogou em antecipação, fez a leitura correta dos lances e anulou as principais unidades ofensivas dos vimaranenses.

Relacionados

Patrocinados