Amorim e a gestão de Gyökeres: «Há jogadores que têm de sofrer»

2 mar, 12:49

Treinador do Sporting comentou ainda o momento entre Coates e João Neves, após o Sporting-Benfica desta semana

Ruben Amorim não abdica de Gyökeres no «onze» para a receção ao Farense, a contar para a 24.ª jornada da Liga. Durante a antevisão ao encontro, este sábado, o treinador do Sporting explicou o processo de gestão do avançado sueco.

«Por vezes, é o único avançado que pode recuperar durante o processo defensivo. Vamos fazendo a gestão consoante as competições. Há jogadores que têm de sofrer. Avaliamos pela capacidade de recuperar a lesão, e não tanto pelo cansaço acumulado», explicou, em conferência de imprensa.

Questionado sobre o momento protagonizado por Coates e João Neves após o apito final do dérbi em Alvalade, na última quinta-feira, a contar para a primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, o treinador dos leões deixou escapar um sorriso.

«Há coisas mais importantes na vida. Acho que andarem “picados” durante o jogo é normal, mas aquela imagem foi quase de pai e filho. É uma fotografia para guardar», analisou.

Ainda sobre o Benfica, Ruben Amorim garantiu estar somente concentrado em vencer o Farense: «Queremos jantar descansados e esperar pelo que acontecerá [no Dragão]. Há várias jornadas que não podemos perder pontos».

Os leões de Alvalade recebem os leões de Faro este domingo, num encontro agendado para as 18h e que poderá seguir, ao minuto, no Maisfutebol. A partida do Sporting antecede o clássico, entre FC Porto e Benfica.

Relacionados

Sporting

Mais Sporting

Patrocinados