Australiana sobrevive oito dias perdida na floresta a beber água de poças

Agência Lusa , AG
10 mai, 08:13
Polícia australiana encontrou Rickki Mitchell (Polícia de Queensland)

Terá caminhado uma "distância considerável" por uma área com animais selvagens, incluindo cobras

Uma mulher de 38 anos sobreviveu oito dias perdida uma zona florestal, no nordeste da Austrália, a beber água acumulada em poças, informaram esta quarta-feira as autoridades do país.

A mulher, identificada como Rickki Mitchell, encontra-se bem e foi levada para um hospital para tratamento de ferimentos ligeiros e arranhões, disse a polícia da região de Queensland.

Um homem, proprietário de um terreno na região onde se iniciaram operações de busca, encontrou a mulher desaparecida, levando-a até às autoridades, explicou a polícia.

Mitchell foi vista pela última vez em 2 de maio perto de uma estrada da cidade de Townsville e, segundo as autoridades, terá caminhado "uma distância considerável" por uma área arborizada com animais selvagens, incluindo cobras, até ser encontrada.

A mulher, que não tinha comida e só levava uma garrafa de um litro de água, sobreviveu a beber água de poças.

"Não tenho certeza se conseguiu encontrar comida durante esse período, quanta água terá conseguido beber e se essa água [das poças] era segura", disse o detetive da polícia de Townsville, Jason Shepherd, em declarações divulgadas pela estação pública ABC.

O resgate, classificado pela Polícia como milagroso, ocorre dois dias depois de outra australiana, de 48 anos e com problemas de mobilidade, ter sido encontrada com vida após sobreviver cinco dias graças a doces e uma garrafa de vinho numa área arborizada e remota, sem sinal de telemóvel, no estado de Vitória, sudeste da Austrália.

Relacionados

Mundo

Mais Mundo

Patrocinados