PSP dispara contra homem armado com faca na estação de metro da Bela Vista, em Lisboa

Daniela Rodrigues | Andreia Miranda , notícia atualizada com o comunicado da PSP às 22:24
18 mai 2023, 21:38
Polícia e INEM


 

Suspeito atingiu um agente com a arma branca

Um homem armado com uma faca foi, esta quinta-feira, baleado pela polícia na estação de metro da Bela Vista, em Lisboa, depois de ter tentado agredir os agentes com a arma branca, chegando mesmo a cortar a farda de um dos polícias.

Em comunicado, a PSP informa que foi chamada para uma ocorrência na Avenida Vergílio Ferreira, em Marvila, que dava conta de um indivíduo com comportamento agressivo. Quando chegaram ao local, os agentes "depararam-se com um cidadão que empunhava uma arma branca de grandes dimensões" e que, ao aperceber-se da presença policial, "encetou fuga para o exterior e em direção ao Metro da Bela Vista, empunhando uma arma branca e ameaçando agredir os transeuntes".

O homem, de 54 anos, foi perseguido pelos agentes até ao interior da estação de metro, tentando lançar-se para a linha vermelha do Metropolitano de Lisboa, que se encontra interrompida por tempo indeterminado. Ao ser impedido de o fazer, o homem "manteve o comportamento agressivo e não colaborante tendo, inclusive, desferido um golpe com a arma branca num dos polícias, cortando o seu fardamento na zona abdominal".

"O indivíduo conseguiu libertar-se e entrar na linha do Metro, sendo que os polícias continuaram a sua perseguição, até que o indivíduo cessou a fuga, virando-se para os polícias e avançando na sua direção. Apesar das reiteradas ordens e advertências para que largasse a arma, avançou na direção dos polícias, com a faca empunhada com claro intuito de agressão. Face à gravidade da ameaça, e para além dos disparos de advertência, houve necessidade de recurso a arma de fogo contra o suspeito agressor, de forma menos letal, atingindo-o em ambas as pernas", lê-se no comunicado.

Vários passageiros encontravam-se na estação, na plataforma, no momento em que tudo aconteceu.

Na nota, a PSP informa ainda que o suspeito foi transportado a unidade hospitalar, onde permanece livre de perigo e sob custódia policial. Também um agente teve de receber tratamento hospitalar para receber tratamento, devido a uma queda durante a perseguição.

Relacionados

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Mais Lidas

Patrocinados