Treze predadores sexuais detidos pela PJ em Évora nos últimos seis meses

16 mai, 21:38
Polícia Judiciária

O mais recente caso é o de um jovem árbitro de futebol infantil, de 18 anos

Treze predadores sexuais foram detidos pela Polícia Judiciária no distrito de Évora, nos últimos seis meses. Cinco destes homens estão em prisão preventiva. 

O mais recente caso é de um jovem árbitro de futebol infantil, de 18 anos, que ficou em prisão preventiva, por suspeitas de abuso sexual de menores, pornografia e aliciamento de menores para fins sexuais.

O jovem árbitro, a residir no Redondo, fazia-se passar por 'olheiro' do Sporting para aliciar jovens com a promessa de um contrato de trabalho no clube de Alvalade. O primeiro passo para o inquérito do Ministério Público dá-se com a queixa de um grupo de pais, cujos filhos praticam futebol num clube da cidade de Évora.  

Sabe a CNN Portugal que durante as buscas domiciliárias as autoridades localizaram um pequeno caderno com o número de telefone de dezenas de menores, com idades entre os 11 e os 12 anos. 

O suspeito, que também pertencia aos Bombeiros Voluntários de Redondo, está detido em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional de Beja e aguarda a acusação formal do Ministério Público. 

A Unidade Local de Investigação Criminal de Évora é a primeira unidade desta polícia no Alentejo.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados