Espanha promete cortar 20 cêntimos aos preços dos combustíveis já na sexta-feira

28 mar, 14:02
Camionistas espanhóis protestam contra o aumento dos combustíveis (AP)

Governo espanhol aprova amanhã em Conselho de Ministros um pacote de medidas para combater os efeitos económicos da guerra na Ucrânia, incluindo a escalada de preços dos combustíveis, num total de seis mil milhões de euros em apoios diretos

Citado pelo jornal “El País”, o presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez, garante que os preços dos combustíveis baixarão 20 cêntimos já esta sexta-feira, dia 1 de abril. E para todos os automobilistas, não apenas para os transportes profissionais, como chegou a admitir-se. O governo espanhol diz que, desses 20 cêntimos, 15 são esforço do governo, e 5 cêntimos são esforço das gasolineiras, embora não explique como poderá impô-lo.

O anúncio é feito depois de negociações entre o PSOE e a Unidas Podemos, este fim de semana, em reação à forte pressão dos camionistas, que têm paralisado partes das cadeias logísticas com bloqueios que já fizeram parar fábricas e faltar produtos em prateleiras de supermercados. A própria circulação de camiões portugueses também está a ser afetada.

A descida resulta de um subsídio do Estado e será limitada no tempo, estando neste momenro prevista até 30 de junho. Recorde-se que a inflação em Espanha já está acima dos 7%.

Esta medida, que será detalhada depois do Conselho de Ministros de amanhã, faz parte de um cabaz de decisões, que incluem a limitação temporária do aumento das rendas a 2%, um mecanismo de proteção do emprego com limites aos despedimentos e apoios sociais aos preços de eletricidade para entre 600 mil e dois milhões de famílias.

Não haverá, no entanto, uma descida generalizada de impostos, garantiu a ministra do Trabalho, Yolanda Díaz, também citada pelo “El País”.

Recorde-se que Bruxelas deu na semana passada luz-verde a medidas para baixar preços da energia em Portugal e Espanha.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Dinheiro

Mais Dinheiro

Patrocinados