"Sombriamente sexual, profundamente sinistra, repleta de drama, violência e simbolismo": a herança de umas das mulheres mais influentes de 2021

8 jun, 14:32
Paula Rego

Paula Rego recebeu esta distinção do Financial Times, que lhe fez um perfil. A artista morreu esta quarta-feira

A pintora portuguesa Paula Rego, que morreu esta quarta-feira, tinha sido considerada uma das 25 mulheres mais influentes do ano de 2021 pelo jornal inglês Financial Times.

"Tento obter justiça para as mulheres... pelo menos nas pinturas... Vingança também” foi a frase de Paula Rego que serviu de partida ao perfil traçado por este jornal.

"Vingança é uma palavra forte, mas as imagens obsessivas desta artista possuem um poder enorme, muitas vezes inquietante", escreveu Jan Dalley no perfil que fez da artista portuguesa, recordando que Paula Rego cresceu numa família religiosa e "profundamente convencional" e, depois, mudou-se para Londres onde continuou a lutar pelos seus direitos no mundo da arte, dominado por homens. E apesar de tudo, "Rego tornou-se provavelmente a pintora figurativa mais significativa dos nossos tempos", escreveu o FT.

"As suas imagens intensas e contundentes - sombriamente sexuais, profundamente sinistras, repletas de drama, violência e simbolismo" inspiram-se "na fantasia e no mito" e, ao mesmo tempo, celebram "a esplêndida riqueza da vida".

Em 2021, Paula Rego realizou uma série de exposições importantes, entre as quais a "impressionante retrospetiva de cem trabalhos" na Tate Britain. Como disse a curadora Elena Crippa, na altura: “Tenho dificuldade em pensar num pintor importante, especialmente na Grã-Bretanha, onde não encontre uma relação com a Paula”.

Esta foi a lista das 25 mulheres mais influentes do mundo para o FT (a numeração não reflete qualquer ordem de importância):

  1. Ngozi Okonjo-Iweala
    Diretora-General da Organização Mundial de Comércio (Nigéria)
  2. Lina Khan
    Presidente da Federal Trade Commission (Reino Unido)
  3. Mary Barra
    Presidente e CEO da General Motors (EUA)
  4. Gita Gopinath 
    Economista no Fundo Monetário Internacional (Índia)
  5. Luiza Trajano
    Empresária e filantropa (Brasil)
  6. Nancy Pelosi
    Porta-voz da Câmara dos Representantes (EUA)
  7. Mariam Al-Mahdi
    Política (Sudão)
  8. Kate Bingham
    Ex-presidente da Taskforce da Vacinação (Reino Unido)
  9. Cathie Wood
    Fundadora e CEO da Ark Investment Management (EUA)
  10. Rosalind Brewer
    CEO da Walgreens Boots Alliance (EUA)
  11. Tsai Ing-Wen
    Presidente de Taiwan
  12. Frances Haugen
    Analista de dados e denunciante do Facebook (EUA)
  13. Naomi Osaka
    Tenista (Japão)
  14. Elisa Loncón Antileo
    Ativista dos direitos indígenas (Chile)
  15. Agnes Chow
    Ativista pela democracia (Hong Kong)
  16. Liz Cheney
    Congressista (EUA)
  17. Vanessa Nakate
    Ativista pelo clima (Uganda)
  18. Sotooda Forotan
    Estudante e ativista (Afeganistão)
  19. Sviatlana Tsikhanouskaya
    Política e ativista (Bielorrússia)
  20. Chloé Zhao
    Realizadora ("Nomadland") (China)
  21. Sally Rooney
    Escritora ("Normal People) (Irlanda)
  22. Shonda Rhimes
    Produtora de televisão e argumentista ("Anatomia de Grey") (EUA)
  23. Scarlett Johansson
    Atriz (EUA)
  24. Paula Rego
    Artista (Portugal)
  25. Gabriela Hearst
    Diretora criativa da Chloé (Uruguai/EUA)

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Artes

Mais Artes

Patrocinados