Operação Natal e Ano Novo: dois mortos, 23 feridos graves e 159 detidos com taxa de álcool acima de 1,2 g/l

Agência Lusa , NM
26 dez 2023, 07:48
GNR (imagem Getty)

Até ao momento, foram fiscalizados 30.583 condutores, destes 303 conduziam em excesso de álcool

A GNR registou, entre sexta-feira e segunda-feira, 786 acidentes nas estradas, que causaram dois mortos e 243 feridos, dos quais 23 graves, segundo dados provisórios da operação Natal e Ano Novo divulgados esta terça-feira.

Em comunicado, a GNR precisa que a segunda vítima mortal - um homem - resultou de um despiste ocorrido no dia de Natal, na Estrada Nacional, em Louredo, Vieira do Minho (Braga).

A primeira vítima mortal registada pela GNR nesta operação tinha sido uma mulher, atropelada no domingo na localidade de Turquel, no concelho de Alcobaça.

O balanço provisório da GNR adianta ainda que, entre as 00:00 de sexta-feira e as 23:59 de segunda-feira (dia 25), no âmbito da operação Natal e Ano Novo 2023/2024, foram fiscalizados 30.583 condutores, dos quais, 303 conduziam em excesso de álcool e, destes, 159 foram detidos por conduzirem com uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 g/l, valor considerado crime.

Foram ainda detidas 65 pessoas por conduzirem sem habilitação legal.

No mesmo período, foram detetadas 5.268 contraordenações rodoviárias, das quais 2.038 por excesso de velocidade, 171 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou cadeirinhas para crianças, 119 por uso indevido do telemóvel durante a condução, 452 por falta de inspeção periódica obrigatória e 146 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.

Na nota, a GNR lembra que, durante a operação Natal de Ano Novo 2023/24, vai continuar a dar prioridade à fiscalização da condução sob a influência do álcool e de substâncias psicotrópicas, excesso de velocidade, utilização indevida do telemóvel, utilização correta do cinto de segurança e das cadeirinhas para crianças, à falta de inspeção periódica obrigatória e de seguro de responsabilidade civil obrigatório e à incorreta execução de manobras de ultrapassagem, mudança de direção e cedência de passagem.

A operação Natal e Ano Novo 2023/2024 da GNR começou em 15 de dezembro e termina no dia 02 de janeiro.

País

Mais País

Mais Lidas

Patrocinados